quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Recado do encenador Jorge Silva Melo para Estremoz



Pois é, se eu fosse responsável por um teatro municipal distante dos centros culturais mais activos e tivesse acontecido um disparate como o que nos aconteceu na noite de sábado passado (nem 1 espectador em Estremoz), sabem o que eu teria feito? Telefonado, emailado, facebucado, voltado a telefonar lamentando e tentando descobrir como vir a alterar este serviço manifestamente insuficiente. Propunha uma reunião, uma conversa, uma discussão, uma análise. Declarava que não sabia dirigir um teatro na região mas que gostaria de discutir connosco ( e com mais quem?) para conseguir fazer melhor: a bem dos cidadãos. E sabem uma coisa? Eu metia-me outra vez no carro e ia lá passar um fim de semana a discutir o que fazer com o pequeno teatro local que visivelmente ninguém sabe dirigir, ai ia, ia. E não pedia dinheiro. Se alguém conhecer os responsáveis, embora mal-educados, digam-lhes isso. É que os espectadores de Estremoz (eleitores, cidadãos) merecem aquilo que eu sei - e que aprendi também com dinheiros públicos, liceus, universidades, bolsas. Merecem e eu mereço. Ah, se neste país a gente pudesse falar uns com os outros... em vez de ir olhar as montras.

Jorge Silva Melo (aqui)

21 comentários:

  1. Estremoz merecia outro Presidente de Cãmara....infelizmente o POPULISMO está a dar frutos.

    ResponderEliminar
  2. Os comunistas em ÉVORA nunca irão resolver problema financeiro nenhum, porque sem remessas do orçamento de estado, nada sabem criar (DIGA-SE criar receitas, atrair investimento ou gerar parcerias com investidores institucionais e privados) além de escarcéu, gritaria, reivindicação e culpabilização de terceiros.

    Já se esqueceram igualmente que deixaram os anteriores com uns milhões de contos de prejuízo à perna - independentemente dos anteriores terem contraído ainda muito mais dívidas quando já se adivinhava uma crise profunda.

    Por isso, estes senhores do PCP nada irão fazer, seja para pagar dívidas, seja para reinventar receita atraindo capitais. Ai que nome tão PORCO! Capitais!

    ResponderEliminar
  3. 10:50,não sejas PORCO NAZI.

    ResponderEliminar
  4. Os teus amigos ROUBARAM 500000 Abonos a crianças,autênticos BANDIDOS.

    ResponderEliminar
  5. POSSO DIZER UMA COISA?

    por causa de haver tanta gente que produz comentários desta natureza é que os TEATROS, e os CINEMAS, e os espetáculos CULTURAIS sem exceção estão vazios

    ResponderEliminar
  6. BOA PLATERO.
    MAS TAMBÉM TE DIGO, QUE A CÂMARA, DIRIGIDA PELO DEMAGOGO DO MOURINHA, TAMBÉM TEM CULPA E JÁ AGORA O ELEITORADO QUE LÁ OS PÔS. MAS É ASSIM A DEMOCRACIA.
    JÁ AGORA, QUANTO CUSTOU O ESPÉCTÁCULO?

    Um estremocense.

    ResponderEliminar
  7. Mas as pessoas não vão ao teatro e a culpa é do Presidente da Câmara?

    ResponderEliminar
  8. Se calhar o espectáculo não prestava...

    ResponderEliminar
  9. "Mas as pessoas não vão ao teatro e a culpa é do Presidente da Câmara?"

    Quer uma resposta breve?
    - SIM!

    ResponderEliminar
  10. Sim! Os Presidentes de Câmara são culpados de tudo. Os Presidentes de Junta também. Mais os Presidentes todos de tudo o que houver porque precisamos de alguém a quem culpar de tudo o que nos acontece e do que acontece também.

    Precisamos de atirar a alguém o que somos e o que não somos, o que temos e o que não temos, tudo o que não suportamos.

    Os políticos, já que estão expostos, são mesmo bons para isso, para carregarem com todas as culpas. Nós é que não. Não somos mesmo culpados de nada. Coitados de nós.

    ResponderEliminar
  11. @23:08

    Foste muito breve mas não disseste nada.
    A Câmara disponibilizou o espaço. Também tem que levar as pessoas ao teatro? E se elas, pura e simplesmente, não quiserem ver os espectáculos do Sr. Jorge Silva Melo?

    ResponderEliminar
  12. já agora, saberá o Kruzes Kanhoto, quem é o Jorge Silva Melo e os Artistas Unidos?
    Aliás, no seu blog, a cultura anda um pouco por baixa, ressalva-se, no entanto, a agricultura, que graças a Deus parece ser biológica.
    Redima-se, faça uma pesquisa sobre tal Senhor(merece letra grande)e sobre a sua Companhia "Artistas Unidos" (também, merece letra grande)e publique um post sobre ambos.Ficará a saber que o seu teatro é do melhor que se faz em Portugal.
    Digo-lhe que não fui ao espectáculo, porque motivos familiares me obrigaram a sair de Estremoz. Haveria, pelo menos um espectador.

    Um estremocense

    ResponderEliminar
  13. Um estremocense admirador do Jorge Silva Melo e que, logo por azar, não pôde ir ao espectáculo. Mais uma vez, a culpa foi do Presidente da Câmara.

    ResponderEliminar
  14. Se sabes quem é o Mourinha(presidente da Câmara de Estremoz), leva-o para casa e dá-lhe dos melhores manjares, principalmente do melhor tintol e podes ter a certeza, que te arranja um tachinho lá câmara (dele).

    ResponderEliminar
  15. Não sei quem é o Mourinho nem quero saber e não preciso de emprego na Câmara de Estremoz ou em qualquer outra. Agora culpar um presidente de câmara porque as pessoas não vão ao teatro, digamos que acho um pouco exagerado...

    ResponderEliminar
  16. Eu sou de Estremoz, não votei no Mourinha e não fui ao teatro. E quero lá saber das indignações do Jorge Silva Melo, que é apenas mais um que passou a vida toda a viver à custa de subsídios da SEC. Ou seja, à custa dos meus impostos.

    ResponderEliminar
  17. Porque é que as pessoas viraram as costas ao Teatro?

    Essa é a pergunta que Jorge Silva Melo devia tentar responder. Atirar as culpas exclusivamente para cima do bode expiatório do costume - o Presidente da Câmara - não parece boa solução nem responde à questão de fundo.

    ResponderEliminar
  18. O responsável por não haver expetadores no teatro são:
    - O autor.
    - A companhia.
    - O presidente da CM.
    - Os habitantes de Estremoz e arredores.
    Solução:
    - Substitua-se o autor.
    - Mude-se de companhia.
    - Prenda-se o presidente.
    - Expulsem os habitantes de Estremoz e arredores e ponham lá uma raça pura e culta que goste de teatro, se vier da linha do Estoril melhor é mais chique.
    Grandes intelectuais tem a nossa praça. Que tristeza de comentários.

    ResponderEliminar
  19. O que são expetadores?

    ResponderEliminar
  20. São os que deixaram de espetar...

    ResponderEliminar
  21. O Jorge Silva Melo é dos melhores que há em Portugal... eina eina! isso de gosto cada qual tem um...
    mas o espectaculo do mecinho, o tal que não teve ninguem prometia logo no cartaz (aquela foto séria e introspectiva mais o titulo poetico-catastrofico)uma GRANDE SECA, que não só chateia como deprime...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.