quinta-feira, 7 de novembro de 2013

LPN denuncia abate de mais 10 mil árvores junto à Barragem de Alqueva


A última acção da EDIA, de abate de 7 mil azinheiras e sobreiros e 4500 oliveiras, secas porque foi excedida a cota máxima prevista de enchimento, que serviam de apoio a projectos de introdução de águias-pesqueiras, é mais um caso evidente da tendência para o desprezo manifestado frente à legislação ambiental e aos compromissos assumidos pela EDIA após a Avaliação de Impacte Ambiental., denuncia a Liga para a Protecção da Natureza.

Ler mais aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.