quarta-feira, 9 de outubro de 2013

PS/Évora contra encerramento de serviços de finanças no distrito

(clique para ler)

5 comentários:

  1. Pena que o PS do distrito de Évora SÓ agora tenha acordado para os prejuízos causados às populações devido ao encerramento de serviços públicos.

    Pena que, durante os Governo Sócrates, nunca tivesse reparado no encerramento de escolas, de Centros de Saude, de maternidades, de postos da GNR, etc.

    Pena que SÓ AGORA tivesse acordado para a triste realidade que o país vive de há uns anos a esta parte.

    ResponderEliminar
  2. @9:58
    Concordo na íntegra. O PS parece ter memória curta, iniciam os danos e quando eles ocorrem durante a governação de outro partido fazem-se de esquecidos...

    ResponderEliminar
  3. Subscrevo integralmente qualquer oposição aos encerramentos iniciados no governo de Sócrates (acho que uma coisa parecida com PS) bem como aos encerramentos decretados pelo Coelho (acho que uma coisa parecida com PSD)

    Pena que a memória curta do PS de Évora não lhes permita recordar as próprias responsabilidades do Partido. A nível local, a memória curta levou-os a esquecer as promessas, o pagamento das dívidas aos agentes culturais, sociais, desportivos, fornecedores etc.

    A memória curta do PS não desculpa, obviamente, o esquecimento do PS de Évora de que o encerramento dos serviços de finanças foi assinado num memorando qualquer ai por volta de 2011 com um trio designado habitualmente de troika... Estamos falados, não é?

    ResponderEliminar
  4. Calma. O PC também fechou algumas sedes nas freguesias rurais. Foram os primeiros encerramentos.

    ResponderEliminar
  5. Os portugueses deviam de saber como funcionam a maioria dos municipios espanhois..pois praticamente não teem nada..para alem de terem apenas o seu «ayuntamiento» pois dependem de muitos serviços administrativos de suas capitais provincias...até do órgão principal que administra a gestão municipal..chamada de..«diputación provincial» que esta mesma está sediada só nas capitais de provincias!! Qe são 52 ! E nós aqui é como se tivesse-mos 308 capitais provinciais...é arrepiante !!!!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.