terça-feira, 8 de outubro de 2013

À atenção da entidade competente

Habitação pertença ou cedida ao Estado (Ministério da Justiça), vetado ao mais completo abandono.
Existe no bairro António Sérgio, Rua da Liberdade, nº 156, uma habitação que mais parece um pardieiro, vidros partidos, quintal virando lixeira e que ostenta no mesmo um platano de mais de 30 metros.
Isto representa para os outros moradares um foco de infeções e de maus cheiros, o Estado exige aos privados, mas é desleixado com os bens à sua guarda.
Por aqui se vê nestas coisas pequenas, que a Coisa pública, não é gerida como se fosse própria,pelos nossos governantes. Alguém devia ser chamado á responsabilidade. Aqui fica esta chamada de atenção, pode ser que a nova equipa gestora da CME olhe para estes cancros que campeiam na cidade.

Anónimo

1 comentário:

  1. O Estado não é pessoa de bem.
    Por alguma razão houve 46% de 3.5 % de brancos e nulos, é o descrédito de mais de 50% dos portugueses de todo o espetro politico. TODO

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.