quarta-feira, 4 de setembro de 2013

O boato, por Cláudia Sousa Pereira


Bem sei que o hit do final de verão está a ser o piropo, mas como me ensinaram que não lhe devia ligar, o assunto não me interessa mesmo nada. Aliás, quando é ofensa não é piropo, é insulto. Já o que me incomoda, e devia seguir esse mesmo preceito que aconselha às visadas o destino do piropo, é o boato. É que me tenho apercebido como nesta linda Évora os boatos encontram um solo particularmente fértil para se anicharem e crescerem, na conversa do café ou do cabeleireiro. Mas atenção, caras e caros eborenses, gente sempre pronta a aprender e a ensinar, são ervas daninhas, esses boatos. Molhos farfalhudos de histórias contadas com requintes de lógica (essa que serve para tudo e mais alguma coisa, quando não acompanhada da ética), que abafam os factos e impedem que cada um pense como quer perante esses factos e não com “notícias” que não o são. Parece cada vez mais óbvio que, em tempo de campanha eleitoral, o difícil é fazer propostas sérias e responder a questões importantes para a vida dos munícipes. E já agora esclareço um dos boatos que circula: o ex-presidente da Câmara Municipal de Évora, Dr. José Ernesto de Oliveira, reformou-se e não trabalha na Embraer. Entendidos? (aqui)

Claudia S. Pereira (vereadora PS na Câmara de Évora)

24 comentários:

  1. Ainda bem, ainda levava a Embraer à falência.
    Aliás, foi-me dito de viva voz pelo Professor de curso do dito que tinha sido o seu melhor aluno, se continuasse a ver as senhoras tinha sido bom para ele e ótimo para nós

    ResponderEliminar
  2. A esta senhora ensinaram-lhe a não ligar aos piropos?
    AHAHAHAHAHAHAHAH!!!!!!!!!!!!!!!
    Ó pra ela pôr-se em bicos de pés, a associar a sua feia pessoa a piropos.
    Sinceramente. Mas algum homem digno desse nome iria dirigir um piropo a esta madame?
    Cara medame: veja-se ao espelho. A senhora é horrível. E não me refiro ao seu aspecto físico. Melhor, não é, sobretudo, ao seu aspecto físico que me refiro. É à pessoa horrível no seu todo.
    Vê se se enxerga, muié, como diriam os brasileiros.

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem afinal a oferta dos apartamentos foi boato.

    ResponderEliminar
  4. joaquim palminha silva04 setembro, 2013 17:35

    Como é que o A Cinco Tons não se envergonha de publicar os baixos comentários à prosa da Vereadora e actual vice-presidente da Câmara Municipal de Évora? Eu não concordo com a senhora no que se refere a política autárquica, mas como cidadã e devo-lhe respeito... Chego a ter vergonha de ser filho de uma cidade que produz gente deste quilate! Francamente, A Cinco Tons!Nem a co-responsável pelo "blogue", Dores Correia,teve uma ponta de sensibilidade?! Não quero acreditar! Só mesmo por lapso, é que isto pode ter acontecido!

    ResponderEliminar
  5. Ainda por cima, conspurcar a obra do anti fascista João Abel Manta, para ilustrar tamanha inutilidade.

    ResponderEliminar
  6. Caro Palminha:
    e o que tem o senhor a dizer da sua própria arrogância?
    O senhor, que adora falar mal de tudo e de todos, lá do alto pedestal da sua arrogância, o senhor, auto-proclamado dono da Verdade Absoluta, não é capaz de apreciar um belo comentário de cariz humorístico? Sinceramente... Nem parece de gente tão sabona...

    ResponderEliminar
  7. Por vezes até a Palmilha desce ao nível da Chinela...

    ResponderEliminar
  8. !6:39
    O seu comentário só o envergonha a si e sabe disso, caso contrário teria dado a cara e arcado com as consequências das aleivosias que proferiu.
    Nenhum posicionamento político, nenhuma discordância, justificam uma tal baixeza.
    Vão haver eleições, manifeste a sua discordância pelo voto.
    Se tem outras acusações a fazer, faça-as dando a cara.

    ResponderEliminar
  9. joaquim palminha da silva:

    Não nos conhecemos pessoalmente,mas tenho por si, pelo que escreve, respeito.Há coisas com que concordo mais, outras menos, mas respeito as suas opiniões e admito que este comentário, assinado pelo seu nome, não seja seu. Porque não me parece de bom tom (repare na palvra que usei, neutra) começar por usar a palavra "envergonhar" e depois "baixos comentários", depois que a DC não teve "uma ponta de sensibilidade"... Não parece seu. Admito que diga o que quer nos posts que coloca no maisévora e em que não admite comentários. Eu não o faria. Se afirmo algo acho que outros têm o direito de o questionar. Mas está no seu direito. Mas já não está no seu direito - parece-me - vir para outro espaço que decidiu destacar as palavras da veradora - a que nada nos une também no plano político - por considerar que o seu escrito (público, no facebook)era importante e esclarecedor no plano político eborense - contradizer o boato de que J. Ernesto Oliveira teria ido para a Embraer.
    Houve leitores que disseram o que bem entenderam, mas essas vozes só as ouve quem quer e têm tanta liberdade de se exprimirem, neste ou naquele sentido, como J. Palminha da Silva tem. A liberdade não tem apenas um sentido. Espraia-se para todos os lados, mesmo para aqueles que nada nos diz.
    Fui eu que destaquei este comentário, a DC não teve nada a ver com isto e não percebo como a chama à colacção. E quero dizer-lhe que não foi por lado (e já agora) também não foi por lapso que publiquei a ilustração de João Abel Manta. Fi-lo porque o boato é fascista, venha de onde vier. Fi-lo também porque os comentários . como você concordará - dizem muito desta cidade. E envergonham mais quem os escreve do aqueles a quem se dirigem.
    Não veja nestas palavras qualquer animosidade especial contra si. Mas nada do que você escreve - e escreve o que quer - o deve envergonhar. Como a nós não envergonha nada do que cada qual livremente - anónimo ou não - screve. Cada qual é responsável pelo que diz ou afirma. Tenha ou não caixa de comentários aberta.
    Cumprimentos (a ver se um dia nos conhecemos)

    ResponderEliminar
  10. É isto o debate da campanha eleitoral promovido pela "intelectualidade" desta banda.
    Que vergonha.
    Com amigos destes, está o BE bem servido.

    ResponderEliminar
  11. Tá bem filho. Vai trabalhar para a festa do Avante que já te marcaram falta esta tarde.

    ResponderEliminar
  12. Aproveita e leva a ervinha para a festa do Avante, que lá é o que não falta (tráfico e consumo)

    ResponderEliminar
  13. Palminha Silva e M. Sampaio foram nomeados por alguém como guardiães da moral pública? Ou, pelo menos, guardiães do ACincoTons?
    É que a postura destes dois senhores é de total intolerância. Todos os que se exprimem de modo que estes guardiães da moral pública não aprovam, caem-lhes imediatamente em cima, ofendem, ridicularizam, chamam de tudo o que sabem e lhes apetece. E isso, como são eles que o fazem, já não é feio, já não é imoral. Só o é quando são os outros.
    Eu, que até pensava que o BE tinha alguma tolerância em relação às formas de expressão, livre, que os outros bem entendam usar, tenho visto em M.Sampaio a negação dessa postura.
    Este guardião da moral faz-me lembrar aquele abutre (ou era um urubu?) dos Marretas que, assim que algueém pisava minimamente o risco, aparecia logo, com um ar muito austero, a criticar e a fazer sair de cena. É esta postura do BE? Auto-nomearam-se o padrão do rigor e da verdade e julgam-se no direito de classificar os outros?
    Mas quem é que o M. Sampaio julga ser para vir dizer que o comentador das 16:39 se envergonha a si mesmo, para apelidar de "baixeza" e outros que tal? E você, M. Sampaio, não se envergonha de vir para aqui como urubu ou padre moralista, afirmar vergonhas e desvergonhas? Ó homem, moralize lá em sua casa tudo o que bem entender e não se meta neste lugar que, em boa hora, os autores quiseram que fosse livre e público, para armar em moralista bacoco. os outros devem envergonhar-se? Porquê? Por não serem hipócritas?
    Eu não sei quem escreveu o comentário anterior mas, se entendeu que a dita vereadora é uma pessoa feia, fisicamente e psicologicamente, está no seu direito. E eu concordo. E qual é o problema?
    Quanto a Palminha Silva, acho que nem merece resposta: um indivíduo que escreve tudo o que lhe apetece no Mais Evora, sem permitir qualquer comentário ao que escreve, mas depois se dá ao luxo de vir aqui comentar e criticar autores do blogue e comentadores, acho que a atitude deste cavalheiro merece apenas desprezo e ponto final.

    ResponderEliminar
  14. 21.10
    É o que pensa, está no seu direito.
    Quanto ao resto, já dei a minha opinião.
    É um direito que me assiste, tal como a si.

    ResponderEliminar
  15. M. Sampaio:
    o direito que não lhe assiste, tal como a mim também não, é tentar ofender e envergonhar aqueles que pensam e se exprimem de modo diferente daquele que você acha correcto.
    É difícil entender isso? Chama-se liberdade! Estou certo que tem uma vaga ideia do que seja isso.
    Eu fui vítima da intolerância e dos senhores arvorados em donos da moral pública, há muitos anos, pela mão da PIDE. Não esperava essa atitude do BE. Se calhar tenho sido parvo em não a esperar...

    ResponderEliminar
  16. joaquim palminha silva04 setembro, 2013 21:58

    O comentário é mesmo meu, por isso assinei. Faça o favor de ler com atenção... O que digo é que não podemos permitir que se confunda crítica política com ofensas pessoais e, ainda por cima, sujeitando o aspecto físico das pessoas ao critério da piada ordinária mais baixa... O que digo é que fiquei um pouco desiludido por ver o A Cinco Tons permitir a palavra aos trogloditas do costume! Quanto à dores Correia, apelava para a sensibilidade feminina da Senhora, chamando-lhe a atenção para o que julgo ser um lapso... Só isto, nada mais!Afinal, o Miguel Sampaio percebeu o que deveria ser dito... Não fique agastado comigo, por causa do meu reparo, se o fiz foi por ter em grande estima o A Cinco Tons.
    Saudações do JPS

    ResponderEliminar
  17. 21:42
    Só pode estar a brincar comigo.
    Agora fui eu que ofendi e tentei envergonhar...
    por favor...

    ResponderEliminar
  18. M. Sampaio:
    não entende mesmo, pois não? A culpa não é sua e não se lhe pode levar a mal. É o seu pedestal, que é tão alto que não o deixa ver o mundo dos simples mortais, cá em baixo.
    Cumprimentos meus lá aos outros deuses do Olimpo

    ResponderEliminar
  19. Concordo com Palminha da Silva e com o Miguel Sampaio.
    Há palavras que ferem e matam e quem não tem a coragem de dar a cara é um criminoso traiçoeiro...que chega a tribunal e nega a pés junto que não foi ele que cometeu o crime.
    O A cinco Tons, já teve a coragem de retirar todos os comentários anónimos e anódinos, mas depois voltou ao mesmo.
    Era porque não havia comentários?...
    É preferível mão os haver a ter de ver tanta boçalidade e autosatisfações de pecado solitário.

    António Gomes

    ResponderEliminar
  20. Uuaaaaahhhhhhh....
    (enorme bocejo...)

    ResponderEliminar
  21. Já agora qual é trampa que tal bocejo expele...

    ResponderEliminar
  22. 18:49
    trampa da mesma que te sai da boca a ti. Sai ou entra, tu o saberás.

    ResponderEliminar
  23. Pensando em autárquicas e em Évora, o que sobra para o dia 29? Certamente que não será a candidata bloquista, uma vez que o BE não tem, no concelho, expressão eleitoral, nem mesmo o futuro director clínico do Hospital, agora feito líder da envergonhada (e disfarçada nos outdoors) coligação psd/pp. Fica portanto a alternativa de votar no PS ou no PCP. No primeiro, o discurso anda à volta do emprego e da aposta no parque aeronáutico, no segundo, tudo parece centrado na vontade de protestar contra o governo (este ou outro qualquer) e na proposta (tão concreta que ela é…) de elaborar um plano estratégico de cultura. Agora, é só escolher…

    ResponderEliminar
  24. Parece mesmo que não há escolha porque afinal o PS já mostrou que não é capaz de governar o País, o concelho de Évora e a cidade.
    Resta-nos apostar na candidatura CDU porque afinal pior do que fez o PS é impossível.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.