quinta-feira, 12 de setembro de 2013

MUDA (Alandroal) impedido de se recandidatar


“Em choque” foi assim que João Grilo  recebeu a notificação do Tribunal Constitucional a inviabilizar a sua recandidatura à Câmara de Alandroal pelo MUDA.
A decisão do tribunal está relacionada com alegadas irregularidades no processo de recolha de assinaturas e diz respeito a um recurso apresentado pelo anterior presidente, João Nabais, que se candidata por um movimento independente.
“Recebemos esta notícia em choque, como seria de esperar”, afirmou João Grilo à DianaFm, referindo que “nada levava a supor que isto pudesse acontecer”.
Frisou que a candidatura foi “constituída como há quatro anos e como fazem outros movimento em concelhos vizinhos”.
“Fizemos um processo de recolha de assinaturas perfeitamente transparente e de formalização da candidatura que envolveu três vezes mais pessoas do que as que são necessárias” acrescentou.
João Grilo adiantou que ainda hoje vai apresentar um reclamação junto do Tribunal de Constitucional. (aqui)

4 comentários:

  1. Em Évora, as medidas extra-limite continuam a ser tomadas pela actual gestão sob a batuta de Melgão.
    A limpeza pública parece ser o foco do PS. Pena que só seja agora. Têm estado a ser contratadas, nos últimos dias, várias pessoas em nome individual, para com os seus meios pessoas limparem determinadas zonas da cidade. São já muitos milhares de Euros que estão a ser pagos na altura das contratações. Este dinheiro chegava e sobrava para fazer reparação do equipamento de limpeza dos serviços da Câmara, para pagar horas extra aos funcionários a quem cabe este trabalho. Mas, a esta hora do calendário corriam o risco do trabalho só ficar feito no último dia do mês, ou seja um dia depois. Paga-se assim, a peso de ouro, com o dinheiro de todos, para que fique tudo limpinho antes de dia 29, incluindo o dinheiro que ainda parece ir havendo

    ResponderEliminar
  2. Se houvesse eleições todas os meses, este país seria um paraíso...
    Por todos os lados há obras...

    ResponderEliminar
  3. 18:36

    Vai para o Maneta pá!

    ResponderEliminar
  4. "Se houvesse eleições todas os meses, este país seria um paraíso...
    Por todos os lados há obras..."

    Por causa disso é que estamos no inferno. Ou ainda não perceberam?!

    GENTE BURRA!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.