quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Mister Paradise: espectáculos ao ar livre recomeçam hoje

TEATRO AO AR LIVRE de 5 a 15 de Setembro, em Évora

MISTER PARADISE e outras peças curtas,
Tennessee Williams
Co-Produção: Cendrev e Zorra Produções Artísticas

O espectáculo é apresentado diariamente às 22 horas, à excepção das segundas-feiras, num pequeno pátio ao ar livre, um espaço transformado que também poderia ser um quarto alugado ocupado pelas personagens que povoam a obra de T. Williams. O quarto alugado serve como metáfora da condição nómada e sobretudo desprotegida das personagens. Parece funcionar como lugar de exílio, expondo uma fragilidade pronta a ser explorada por outros. O quarto alugado é a dramatização de uma situação social comum nos Estados Unidos: a condição transitória experimentada por milhares de americanos que perderam os seus bens durante a grande depressão de 1929.
“Mister Paradise” e outras peças curtas é um projecto teatral que junta, numa co-produção, o Cendrev e Zorra Produções Artísticas, o espectáculo estreou no dia 19 de Julho e fez um primeiro período de apresentações até dia 28. A encenação é de José Russo, a cenografia de João Sotero, a banda sonora de Eduardo M. Caetano e a interpretação está a cargo de Ana Meira, Anarita Rodrigues, Fábio Moreira (finalista do Curso de Teatro da Universidade de Évora), José Russo Rui Nuno.
A entrada é gratuita, mas a lotação limitada do espaço implica a aquisição de bilhete na recepção do Teatro Garcia de Resende (das 9 às 13 e das 14 às 17 horas de segunda a sexta), ou no local do espectáculo uma hora antes do seu início. Pode também fazer a sua reserva através do telefone 266703112.

2 comentários:

  1. Senhora Vereadora Claudia Pereira:


    Não é Boato,são Factos,a campanha Évora......Limpa,é uma acção eleitoralista do partido socialista, é Grave que usem a cãmara e várias instituições para fazer Propaganda,com o dinheiro de Todos os Munícipes.

    Os partidos da Oposição Devem DENUNCIAR isto junto da Comissão Nacional de Eleições.

    ResponderEliminar
  2. Quem Paga?

    A cãmara contratou várias empresas para "limpar" a cidade,em tempo de eleições esta acção não passa de uma operação de cosmética .

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.