terça-feira, 27 de agosto de 2013

Quem "destruiu" o Lusitano?


Familia Lusitanista:
O PS destruiu o clube do nosso coração, votar PS é trair as nossas raízes de eborenses e lusitanistas.

Anónimo


Isso não corresponde à verdade. O nosso Lusitano foi destruído por uma direcção irresponsável, presidido por um ambicioso, vaidoso e medíocre Luís Morais Santos, elemento ligado à direita e filho de Fernando Morais Santos, antigo delegado Provincial da Mocidade Portuguesa e homem forte da organização, e que envolveu o clube em negócios de contornos muito pouco claros. Parte da culpa pertence também aos sócios que em Assembleia Geral se deixaram manipular por esse e outros senhores votando a favor duma proposta que os avalizou e procurou destruir e alienar o património do clube em favor da participação deste num projecto imobiliário de que hoje são conhecidas as consequências, aliás já previsíveis. Pertenci à minoria que votou contra e recordo que para levar o projecto em frente houve que promover diversas alterações nos estatutos que a Assembleia também aprovou e estiveram a cargo do advogado Carlos Almeida, conhecida figura do PSD. Sou lusitanista desde os 6 anos de idade e meu pai quando faleceu em 2002 era o sócio nº.5 com 59 anos de filiação.
Se quer invocar razões para os eborenses não votarem no PS está no seu pleníssimo direito mas essa não colhe e é manipuladora. A destruição do nosso amado Lusitano tem um nome: Luís Morais Santos, e vários rostos que foram os seus acólitos.São os resquícios de quem foi formado nessa «escola de virtudes» que foi a Mocidade Portuguesa.

José Frota

19 comentários:

  1. Os tecnicos credenciados da CCRDA Chunbaram o projecto Silverinha,os politicos do PS aprovaram-no e afastaram a Arq.Cancela de Abreu,que eu saiba não foi a direcção do lusitano que tomou estas decisões.

    ResponderEliminar
  2. Frota tem razão numa parte, mas esquece o papel desempenhado pela CME na aprovação (ilegal) do complexo da Silveirinha e na promessa de urbanização do Campo Estrela.
    Não nos podemos esquecer que tudo aquilo era zona rural, transformada em zona urbanizável com o pretexto da construção de um 'complexo desportivo' para o estágio da selecção e futuro campo de jogos do Lusitano.
    Não podemos esquecer as raspagens da RAN (reserva agrícola nacional) e da REN (reserva ecológica nacional) que o Dr. Ernesto mandou fazer, para poder resolver junto do Secretário de Estado, a ilegalidade que antes tinha cometido.
    Não nos podemos esquecer que, em certa medida, uma das consequências do Complexo da Silveirinha, foi liquidar o Complexo Desportivo Municipal, tal como a Praça de Touros liquidou qualquer hipótese de Évora vir a ter, nos próximos tempos, um verdadeiro multiusos.

    Ou seja: sem a conivência da CME as megalomanias do Dr. Morais (aprovadas pelos sócios, que conheciam muito bem o apoio da CME a iniciativa) não teriam passado de sonhos...

    ResponderEliminar
  3. Penso que o José Frota tendo razão, tentou criar uma cortina de fumo para desresponsabilizar quem estava no poder na autarquia e no governo: o PS. Mais, penso que o Morais Santos (e companhia) foram só coniventes: o corte e costura vinham de cima. Os dois comentaristas acima já disseram o que eu penso, pelo não vale a pena repetir, a não ser relembrar a "canalhice" feita a uma técnica da CCDR que cingindo-se apenas às leis em vigor, chumbou o projecto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Frota atira as culpas para cima do Morais Santos, um mero "testa de ferro". Dessa forma procura omitir toda a responsabilidade do PS, para quem trabalhou e pelos vistos continua a trabalhar:
      - omite a alteração do Plano de Urbanização, para permitir a urbanização do campo do União;
      - omite a desclassificação da Reserva Agrícola, para permitir a construção das infraestruturas e do estádio na Silveirinha;
      - omite a corrupção dos serviços municipais, para os obrigar a aprovar o que deveria ter sido impedido;
      - omite a campanha de promoção do "espírito da selecção", que serviu para justificar o crime urbanístico;
      - omite que o negócio foi imposto ao clube pelo construtor, com o empenho, promoção, e aprovação da câmara;
      - omite o prejuízo, para o clube e para a Cidade de Évora;
      - omite o mandante, que se mantém na sombra, e que é afinal o único que beneficiou com o crime.

      Eliminar
  4. Évora é Juventude. O resto é conversa.

    ResponderEliminar
  5. A Banda dos Amadores começou emperrar no tempo do PCP do Abílio, acabando por morrer no consulado do Ernesto.
    A culpa é do PCP ou podemos imputar tudo ao PS?
    As dividas que o Lusitano foi contraindo desde aos anos 70, foram culpa do PCP, já que foram eles quem mais tempo estiveram no poder?

    Infelizmente,a partidarização do dia a dia é tal forma obscena, que podemos dizer com segurança que vive-se numa ditadura pluripartidária. "Se não és dos meus és contra mim"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Academia de Música (Banda dos Amadores) era dirigida por gente megalómana e irresponável do PS!
      A Câmara do Abílio não alterou Planos nem lhes aprovou nenhum projecto em zona rural ou em Reserva Agrícola, e bem os foi avisando do que podia acontecer com tanta megalomania. Mas essa gente não quis ouvir...

      Eliminar
    2. Aquilo era uma guerra de comunistas e socialistas. Quando se pedia que os comunistas se chegassem á frente, voltavam as costas e desistiam. Nunca vi - fui músico lá 10 anos - a facção comunista chegar-se à frente nas eleições. Mas sempre, sempre, o Abílio e o comité lá seguiam a banda embasbacados.
      Porque nunca denunciaram o descalabro que todos viam?
      Porque é que a facção do PCP nunca se chegou à frente preferindo rachar lenha por fora?
      Era mais comodo?

      Eliminar
  6. só alguém manifestamente alienado pode sustentar que o PS destruiu o Lusitano, eu tal como o Frota não sou do PS e sou sócio do Lusitano, galardoado com o emblema de 25 anos de sócio desde à alguns anos. O desespero da CDU não deveria justificar tudo apresentem as vossas criticas à gestão dos socialistas, as vossas propostas para governarem o Concelho e deixem de conspurcar as pessoas e instituições, os eborenses começam a relembrar a vossa arrogância e profundo desrespeito pelos cidadãos e pelas suas instituições, assim não vão lá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o PS aceitou criar as condições onde o Lusitano foi arruinado.

      Eliminar
  7. Quem foi a empresa que construiu a Silveirinha?

    ResponderEliminar
  8. E quem são os responsaveis do projecto imobiliário?


    ResponderEliminar
  9. É tudo gente ligada ao PS.

    ResponderEliminar
  10. CME,CCRDA,AFE...tudo ligado ao PS,enterraram o LUSITANO.

    ResponderEliminar
  11. Para os esquecidos é ir ver o que dizia o Zé ernesto:
    http://maisevora.blogspot.pt/2006/05/vora-esprito-de-seleco.html

    e oque se dizia já nessa altura num comentário no mais évora:

    A solução engenhosamente arranjada para que a Selecção A de Portugal cumprisse um estágio em Évora não só safou a pele ( e sabe-se lá o que mais...)do actual Presidente da Câmara no molho de bróculos em que se meteu quando prometeu ao Lusitano a viabilização do projecto que entretanto estava com dfificuldades em viabilizar, como permite agora que o mesmo tire partido da situação emitindo este "Desportivamente correcto" Évora Espírito de Selecção.
    Isto é "Excelência"...É um facto!!!
    Pelo meio moveram-se influências, a máquina socilista utilizou o seu peão Presidente da Associação de Futebol de Évora e sguramente outras influências, satisfizeram- se alguns interesses e... e...
    Grave não será admirarmos quem tem o dom de saber dar chutos na bola, isso é arte que nem todos podem mostrar e que outros quiçá por falta de sensibilidade não conseguem entender.
    Grave é todo o tipo de gente sem escrúpulos aproveitar-se do fenómeno desportivo para se promover, para promover os seus interesses e para...
    19 Maio, 2006 14:11

    ResponderEliminar
  12. Em matéria de incumprimentos de PDM e benefício a construtoras, sería interessante analisar as negociatas com a HCI e os financiamentos do PCP, já agora de caminho o licenciamento e as negociatas na construção do hotel, agora designado Mar d'ar Muralhas, em zona de proteção da muralha, em clara violação do PDM de Então.

    ResponderEliminar
  13. A negociata Silveirinha envolve:PS,CME,CCRDA,AFE,Construtor Civil

    Tecnicos da CCRDA foram perseguidos por Chunbarem projecto,aprovado pelos Boys do PS da CCRDA.

    ResponderEliminar
  14. O LUSITANO foi DESTRUIDO pelos Homens do Betão.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.