quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Jerónimo Lóios deixa Câmara com "sonho" realizado


9 comentários:

  1. pessoas da índole de Jerónimo Lóios não têm limitações à capacidade de sonhar
    e lutar pela concretização daquilo que sonham

    mais em prol da comunidade do que em seu proveito próprio

    obrigado por mais esta realização

    abraço

    ResponderEliminar
  2. tudo muito pequenino

    ResponderEliminar
  3. O "abandona" não fica aqui bem.
    Jose Manuel

    ResponderEliminar
  4. Caro Zé manel: está mudado! (Não havia intenção...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro. É a lei dos mandatos, neste caso, não se aplicava "abandono".

      Eliminar
  5. O exemplo do Lóios vem comprovar como é "aparvalhada" a lei da limitação dos mandatos. Agora os munícipes de Arraiolos não vão poder votar em quem eles acreditavam que era um excelente presidente de câmara. E se ele se voltasse a candidatar isso não impediria ninguém de também se candidatar, ficando aos eleitores a escolha; assim, uma lei cega limita os direitos de candidatura e os direitos de escolha dos cidadãos.
    Tenho fundadas esperanças de que o seu exemplo seja seguido pela Dr.ª Sílvia.
    Esteve limpo e sai limpo da câmara. Um exemplo.
    Manuel J. C. Branco

    ResponderEliminar
  6. Penso que, Jerónimo Lóios, entre os seus camaradas, teve a consciência do que é estar tanto tempo no poder e que, tinha chegado ao fim o seu trabalho, em prole do concelho em que esteve tanto tempo à frente.
    Julgo que fez bom trabalho e os arraiolenses lhe agradecem..
    Entrar em Arraiolos é encontrar tudo no sítio...
    Conheci o Lóios logo a seguir ao 25 de Abril,no MDP/CDE, até esse partido se diluir e antes de de se filiar no PC, o Lóis era uma pessoa de causas e lutava por elas com toda a humildade e sem fanatismos. Penso que continuou, assim no PC.
    Tenho a certeza que a lei de limitação de mandatos, para ele já não contava.
    Não vivo em Arraiolos. Passo ao lado, mas quando entro lá e são muitas as vezes, e quando falo do Lóios, ouço elogios.

    António Gomes

    ResponderEliminar
  7. Penso que, Jerónimo Lóios, entre os seus camaradas, teve a consciência do que é estar tanto tempo no poder e que, tinha chegado ao fim o seu trabalho, em prole do concelho em que esteve tanto tempo à frente.
    Julgo que fez bom trabalho e os arraiolenses lhe agradecem..
    Entrar em Arraiolos é encontrar tudo no sítio...
    Conheci o Lóios logo a seguir ao 25 de Abril,no MDP/CDE, até esse partido se diluir e antes de de se filiar no PC, o Lóis era uma pessoa de causas e lutava por elas com toda a humildade e sem fanatismos. Penso que continuou, assim no PC.
    Tenho a certeza que a lei de limitação de mandatos, para ele já não contava.
    Não vivo em Arraiolos. Passo ao lado, mas quando entro lá e são muitas as vezes, e quando falo do Lóios, ouço elogios.

    António Gomes

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.