sábado, 13 de julho de 2013

Todos tão diferentes, todos tão iguais




5 comentários:

  1. Ainda isto?
    A senhora doi infeliz? Foi.

    Os "corajosos" activistas que foram lá fazer escarcéu e gritar como se o mundo ou Portugal fossem da mesma ideologia que eles, são da extrema-esquerda autocrática? São!

    Não tenho pena nenhuma nem da senhora que anda na política para fazer pela vidinha, nem dos "corajosos" activistas que se por preciso morrem á frente de balas perdidas pela ideologia extremista marxista.

    ResponderEliminar
  2. Por momentos
    a senhora que ocupa o 2º lugar da hierarquia
    (logo abaixo do gatuno presidente)
    deixou cair a máscara
    loira e risonha.

    Mostou-se nua.

    Pêlo eriçado
    sopro sibilante
    longos caninos
    baba peçonhenta
    voz roufenha
    besta fascista.

    Depois de nos roubarem
    de toda a forma e feitio,
    exigem-nos respeito,
    grandessissimos gatunos!

    ResponderEliminar
  3. Que dócil é ela no seu mandar,
    quiçá fervorosa por amar...
    Que seja assim pura e audaz,
    na sua tesão incapaz...

    ResponderEliminar
  4. Estalinistas filhos da truta..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estalinista é a "truta" da tua tia, pá!...

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.