quarta-feira, 10 de julho de 2013

"Crise à portuguesa": Cavaco dá, também, um arzinho da sua graça


O discurso de Cavaco pode ser lido aqui. Cavaco Silva não aceitou, para já, o governo proposto por Passos Coelho e quer um compromisso que envolva o PS. Afinal Cavaco não estava tão morto como parecia... e Passos Coelho contiua a ser "persona non grata" lá para os lados de Belém.

2 comentários:

  1. Passou um atestado de incompetência ao Governo. O Portas deverá estar agora a sentir-se como o principal culpado pela crise e joga uma batata quente pro PS.
    O melhor Cavaco desde que é presidente. A ideia da pessoa seria a melhor proposta: Juntar o bloco central com o PS. O que não vai ser possível com estes atores políticos de jardim de Infância.

    Quanto à oposição? Confrangedora. Nunca houve oposições tão ruins, mal preparadas, desfasadas no tempo e no espaço como agora.

    Estamos finalmente e literalmente no atasqueiro.

    ResponderEliminar
  2. E quem nos meteu no atasqueiro? O palhaço do Cavaco, não teve culpas? Ontem, mais uma vez vez, no seu papel de tal nobre figura circense, esteve no seu melhor.
    António Gomes

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.