quarta-feira, 8 de maio de 2013

Túlio Espanca nasceu há 100 anos (8 de Maio de 1913)

desenho de António Couvinha

Túlio Espanca foi um dos maiores impulsionadores do reconhecimento de Évora como cidade Património da Humanidade, estudou-a sem querer pertencer aos chamados doutores e passou a sua paixão a quem com ele privou. As suas visitas guiadas eram um ensinamento que nenhum dos que tiveram o privilegio de as fazer se esquecerá. Túlio Espanca falava da cidade, da sua historia e dos povos que aqui passaram e que nos deram origem com paixão, amor e carinho.Todas estas coisas nos passou e por isso muitos de nos ainda aqui estamos, porque nos apaixonamos pela cidade. Se mais Túlios existissem na cidade, na Universidade (onde ha tanto doutorado na historia de Évora) e no Turismo, quem nos visita, quem aqui vive ou quem aqui passa levaria de Évora uma imagem muito melhor e a própria cidade estaria muito melhor tratada. Por mim resta-me agradecer-lhe esta paixão que me incutiu. Quanto à homenagem é merecida assim como outras que se não lhe fizeram ainda!

3 comentários:

  1. Homenagem. Demonstração de veneração e respeito.
    A homenagem que se deseja é ver o nosso trabalho apreciado e respeitado.
    Que os valores que defendemos são valores da sociedade.
    Que o nosso trabalho é útil à sociedade.

    Os cem anos são pretexto para a câmara e os serviços do estado homenagearem o Túlio Espanca.
    Assim já se sentem autorizados a continuar a ofendê-lo nos restantes dias.

    ResponderEliminar
  2. TÚLIO ESPANCA se fosse vivo era o Presidente de Câmara que évora precisava.
    Fora de qualquer partido, independente.
    Os partidos quer seja o PSD, PS CDU BE só servem para vir mamar e dar de mamar aos seus correlegionários,

    ResponderEliminar
  3. Com cem anos duvido que se aguentasse nas "canetas" como presidente da Câmara...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.