quarta-feira, 15 de maio de 2013

Por onde anda o dinheiro dos nossos impostos


O Governo determinou que o grupo SAIP, de José Roquette, devolva os incentivos financeiros recebidos ao abrigo de um contrato de investimento, totalizando 49,6 milhões de euros, num complexo turístico no Alqueva.
A decisão do Governo, publicada hoje em Diário da República (DR), implica a resolução do contrato de investimento celebrado com uma das empresas do universo da Sociedade Alentejana de Investimento e Participações (SAIP), mais precisamente a SAIP Turismo.
O contrato, assinado a 14 de dezembro de 2009, envolvia a concessão à SAIP Turismo de “49,6 milhões de euros de incentivos financeiros”, parte dos quais foram recebidos pelo grupo, ao abrigo do Sistema de Incentivos à Inovação, refere o DR.
O montante destinava-se à construção, no concelho de Reguengos de Monsaraz, nas margens do Alqueva, do projeto turístico Roncão d’El Rei, liderado pelo empresário José Roquette e a concretizar ao longo de várias décadas.
Contudo, a insolvência das empresas do grupo SAIP, declarada pelo Tribunal de Reguengos de Monsaraz a 14 de setembro do ano passado, e o “anúncio público da desistência do projeto”, levou agora o Governo a exigir a restituição das verbas já concedidas, cujo montante não foi divulgado.(LUSA)

10 comentários:

  1. Que, como é óbvio, nunca vai receber!

    ResponderEliminar
  2. Que, como é óbvio, nunca vai receber!

    ResponderEliminar
  3. Mais um GRANDE NEGÒCIO dos "XUXIALISTAS" do Alentejo Central.

    Não foi só a Silveirinha......

    ResponderEliminar
  4. Em 1917 a senhora de branco "apareceu" a três pobres pastorinhos na cova da iria.......em 2013 a mesma senhora "apareceu" na cova de Belem.

    ResponderEliminar
  5. Mais 50 milhões que irão para o saco sem fundo (nem controlo) a que chamam "divida pública" e que, dizem, TODOS temos de pagar.

    TODOS menos os Roquetes desta vida, está bom de ver!...

    Que paguem os pensionistas e reformados pobres, os funcionários públicos e os trabalhadores em geral, que a dívida é deles!...
    (Pelo menos eles acreditam que sim, pois não vejo ninguém a exigir a prisão dos gatunos...)

    ResponderEliminar
  6. O tribunal indeferiu a providência cautelar contr a candidatura de João Rocha à Câmara Municipal de Beja.

    ResponderEliminar
  7. @18:27
    Mas isso não interessa nada.
    Só seria notícia, e objecto de post, se fosse ao contrário. Asssim ficamos ã espera de uma próxima decisão 'favorável'...

    ResponderEliminar
  8. O Estado pode não recuperar esse dinheiro, mas ele vai parar aos cofres do PS durante a campanha eleitoral para as autarquias que aí vem, via construtores civis que receberam o picão.

    A mafia xuxa não tem limites ...

    ResponderEliminar
  9. O calisto de reguengos é que sabe. Ou procurem ao troncho, esse anda escondido, mas sabe umas coisas...

    ResponderEliminar
  10. A malta responsavel pelo CRIME da Silveirinha,não é chamada a contas?

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.