sexta-feira, 17 de maio de 2013

"Mãos que criam " de Antónia Fialho Conde (sobre a arte da olaria em São Pedro do Corval) é lançado hoje


A FIOBAR (Festa Ibérica da Olaria e do Barro) que decorre em S. Pedro do Corval de 16 a 19 de maio é, este ano, palco do lançamento do livro “Mãos que criam”, de Antónia Fialho Conde, Professora Auxiliar do Departamento de História da Universidade de Évora. O livro faz parte da colecção “Município de Reguengos de Monsaraz – A nossa história” e é uma homenagem a todos os oleiros que contribuíram para o desenvolvimento económico e cultural desta atividade ancestral e para a sua projeção nacional e internacional. 
O livro revisita a história da olaria de S. Pedro do Corval e todas as competências do mestre oleiro. A autora dá a conhecer as condições naturais de que o município goza e que permitiram que este se afirmasse como centro de olaria por excelência, dando continuidade a tradições ancestrais. 
Antónia Fialho Conde é Professora Auxiliar do Departamento de História da Universidade de Coimbra e membro integrado do CIDEHUS (Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora) e investigadora do Laboratório HERCULES (Herança Cultural, Estudos e Salvaguarda – Universidade de Évora)
“Mãos que criam” chama a atenção para os desafios que o século XXI lança à olaria, numa era em que os plásticos invadiram o nosso quotidiano. A inexistência de aprendizes e a diminuição do recurso às rodas tradicionais e fornos a lenha são problemáticas que devem ser equacionadas. Os oleiros tiveram que se modernizar: surgiram novas peças, novas formas, cores e outras funcionalidades, em peças maioritariamente decorativas. O lançamento do primeiro catálogo de olaria de S. Pedro de Corval e Salvatierra de los Barros é um marco evidente de mudança estratégica. 
A 19ª edição da FIOBAR – Festa Ibérica da Olaria e do Barro – uma organização conjunta do Município de Reguengos de Monsaraz, Junta de Freguesia de Corval e Ayuntamiento de Salvatierra de los Barros com o apoio do IEFP, e decorre este ano em S. Pedro do Corval entre os dias 16 e 19 de maio. 
Evento com dimensão ibérica reúne o maior centro oleiro de Portugal (S. Pedro do Corval) e Espanha (Salvatierra de los Barros) através das exposições, demonstrações, jornadas ibéricas e música tradicional. Os visitantes terão oportunidade de conhecer as olarias e experimentar a arte de moldar e pintar o barro, mas também apreciar a oferta gastronómica e cultural da região. (Nota de Imprensa)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.