sexta-feira, 3 de maio de 2013

Maio é tempo de festa: este sábado uma agenda cheia em Évora


Innerthoughts @ SHE, na Sociedade Harmonia Eborense, às 22H


Innerthoughts - Coimbra (acoustic/folk)
O projecto é constituído por Adílio Sousa (voz, guitarra eléctrica, guitarra semi-acústica); Francisca Marques (violoncelo, voz); Gabriel Salgado (piano); Gonçalo Mourinho (guitarra eléctrica, baixo eléctrico) e Pedro Geraldo (bateria, percussão). (aqui)

Na casa da Zorra: espectáculo "A Balada do Absurdo", às 22H

Explorar o que não sei, deixar me ir...ouvir as palavras dos outros.

Improvisar para encontrar o menos previsível, utilizar objectos vulgares de formas não vulgares.

Alcançar a fronteira entre o normal e a estranheza.
A Balada é politica, questionando a vida social Absurda.
Inspirada em vidas passadas repensando o que pode ser uma acção de protesto hoje em dia.
Criar riqueza e não ricos!
BILHETEIRA: Contribuição Livre e Consciente (AQUI)


foto de Joaquim Alberto Lourinho Carrapato
Teatro na Sociedade Recreativa e Dramática Eborense (antiga mocidade), às 21,30H

"A primeira morte de Florbela Espanca"

Grupo Cénico da Sociedade Recreativa e Dramática Eborense

O Drama inspira-se num dos percalços de saúde de Florbela Espanca, antes do acidente que a levou na noite de 7 de Dezembro de 1930. A intriga decorre no quarto de dormir na casa de Matosinhos onde Florbela viveu com o terceiro marido.

Org: SRDE - Sociedade Recreativa e Dramática Eborense 
Telf: 266703284
email: srdeborense@gmail.com
Entrada Livre (aqui)

Quinteto Villa-Lobos, no Paço dos Condes de Basto, às 18,30H

O Quinteto Villa-Lobos, um dos mais antigos conjuntos de câmara brasileira, atua amanhã no Paço dos Condes de Basto, num espectáculo organizado pela Fundação Eugénio de Almeida

Fundado em 1962 para divulgar a música de câmara brasileira, o seu trabalho tem sido reconhecido com vários prémios, dos quais se destaca, em 2001 e 2009, o Prémio Carlos Gomes, promovido pelo Governo do Estado de São Paulo, como o Melhor Grupo de Câmara nacional. Entrada: 5,00€ | Bilhetes à venda no Páteo de S. Miguel. (AQUI)

"Contar Abril com..."   na "é neste país", às 17H

Contar Abril com…

António Couvinha

Os sábado convidam-nos a ocupar os pátios deste país.
O Couvinha, que é um grande artista da nossa cidade, traz-nos o seu relato dos tempos de Abril e teremos petisco pela tarde fora…
Cá vos esperamos!

ECOparty, nos Antigos Celeiros da EPAC (Rua do Eborim), a partir das 15H

A arte, a festa e a ecologia vão as três aos Celeiros. Junta-te a elas e vem fazer parte de um dia repleto de exposições, artesanato, música, teatro, performance e muita animação.

DJ Fatinch | 18:00

Outr'hora Carmim Amigos | 22:30
DJ Mestre André | 23:30
e DJ Madness pelo dia fora.
--
Não te esqueças da barriga em casa pois a entrada dá direito a jantar! 2€ entrada.(aqui)

Com quantos pontos se conta um conto, "é neste país", às 11,30H
com
Rui Melgão


1º Festival Prove na Praça Joaquim António D’Aguiar, a partir das 10H

A Praça Joaquim António D’Aguiar, em frente ao Teatro Garcia de Resende, vai ser palco, este sábado de manhã (10h00/13h00), do primeiro Festival Nacional Prove, que tem como objetivo constituir uma mostra de produtos hortofrutícolas, originária dos produtores locais que constituem os núcleos Prove de Évora e Montemor-o-Novo.

Organizado pelo Monte – Desenvolvimento Alentejo Central, ACE, com o apoio da Câmara Municipal de Évora e da Liga dos Pequenos e Médios Agricultores de Montemor-o-Novo, o primeiro Festival Nacional Prove incluirá um concurso de cheiros, degustação de produtos, atividades para crianças e animação de rua (Boneca Alegna).

O Projeto Prove visa a comercialização de proximidade entre médios e pequenos produtores locais e os consumidores finais através do Cabaz do Hortelão.
O Cabaz do Hortelão, dada a sua qualidade, tem vindo a conquistar cada vez mais consumidores. O primeiro local para distribuição dos cabazes foi na Junta de Freguesia de N.ª Sr.ª da Vila, em Montemor-o-Novo, mas devido ao interesse dos consumidores, a distribuição dos cabazes alargou a outros concelhos como o de Arraiolos e Évora. A distribuição é feita pelos produtores, que para além da entrega dos cabazes nos locais de referência, ainda fazem entregas em residências, o que permite uma maior proximidade entre consumidores e produtores, o que torna um êxito, por ser esse o objetivo do Projeto Prove.
O cabazes do núcleo de Montemor-o-Novo, assim como o de Évora, pesam ambos entre 5 a 7 kg, tendo o primeiro um custo de 9€ e o segundo um custo de 10€, contendo frutas e legumes da época, produzidos e selecionados pelos produtores.
Segundo dados disponíveis no sítio da internet www.monte-ace.pt o projeto Prove abrange atualmente 181 consumidores, sendo entregues mensalmente 442 cabazes.

Oficina Técnica Vocal e Canto, no INATEL, a partir das 10H

Dias 4, 18 e 25 de Maio e 8 Junho, com duração de 2 horas, num limite máximo de 8 pessoas

HORÁRIO: Sábado 10h às 13h

TEL.: 266 730 520
EMAIL: ag.evora@inatel.pt
ORGANIZAÇÃO: Fundação INATEL Agência Évora
PREÇO: Sócios INATEL €45 | Não Sócios €65


Feira de Artesanato e Usados, no Mercado 1º de Maio, a partir das 9H

Futebol: Lusitano, vários escalões, a partir das 9,30H

5 comentários:

  1. A Administração Regional de Saúde,quer Reduzir camas no Hospital de Beja e PRIVATIZAR o Hospital de Serpa.

    ResponderEliminar
  2. Será desta que o POVO se REVOLTA ?

    ResponderEliminar
  3. 25 de Maio ,Todos a BELEM.




    ResponderEliminar
  4. 23:09

    Para quê? Para alimentar as ejaculaçoes precoces do PC, que por cada procissão que faz imagina ter atingido o orgasmo? É o partido do faz de conta e da mentira. Só é pena ter infiltrado de tal forma CGTP que desse lado também só venha espectáculo: PCP/CGTP a mesma inocuidade. Levam a vida em marchas, procissões e lenga-lengas parlamentares. Sempre à custa de quem trabalha.Fazem disto a sua vida. Que se amolem.

    ResponderEliminar
  5. Afinal há cultura em Évora!!!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.