quinta-feira, 2 de maio de 2013

Centenário de Túlio Espanca: restos mortais são transladados esta tarde


A cidade de Évora assinala este ano o centenário do nascimento de Túlio Espanca, através de um programa de comemorações criado em parceria pela Câmara Municipal de Évora, Governo de Portugal/Secretário de Estado da Cultura/Direção Regional de Cultura do Alentejo, Biblioteca Nacional de Portugal e Biblioteca Pública, e que conta com o apoio da Universidade de Évora e do Grupo Pró-Évora.
As comemorações do centenário iniciam-se já hoje, dia 2 de maio (20 anos depois da sua morte), pelas 16:00, no Cemitério dos Remédios, com a transladação dos restos mortais de Túlio Espanca para o talhão dos Historiadores
No dia 8 de maio, dia do nascimento de Túlio Espanca, vai ter lugar um vasto conjunto de iniciativas, que começam às 10 horas na Biblioteca Pública de Évora, com a sessão solene de abertura "Comemoração do 100º Aniversário do Nascimento de Túlio Espanca", com intervenções institucionais com evocação de Túlio Espanca, e a abertura da exposição bio-bibliográfica: "Túlio Espanca - O Olhar Revisitado", pelas 12 horas.
Pelas 14:30, também na Biblioteca, realizam-se as Conferências do Cenáculo In memoriam Túlio Espanca, com os oradores Artur Goulart, Joaquim Chorão Lavajo, Rui Arimateia e Vitor Serrão. 
Às 17 horas será feito o anúncio do Prémio Túlio Espanca, a atribuir pela Direção Regional da Cultura do Alentejo. 
Na Casa de Burgos, pelas 18 horas, terá lugar a inauguração da exposição "Túlio Espanca Colecionador" e no Museu de Évora irá decorrer, às 19 horas, a atuação do Ensemble Vocal "Manuel Mendes", do Departamento de Música da Universidade de Évora, sob a direção do maestro Christopher Bochmann.
Túlio Alberto da Rocha Espanca nasceu no dia 8 de Maio de 1913, em Vila Viçosa, mas a maior parte da sua vida foi passada em Évora, para onde a sua família veio residir em 1919. Primo da célebre poetisa portuguesa Florbela Espanca, destacou-se como historiador autodidata, que contribuiu com os seus trabalhos para que o Centro Histórico de Évora fosse classificado Património Mundial pela UNESCO em 1986. Foi bolseiro do Instituto de Alta Cultura em França e em Itália, e elaborou o Inventário Artístico de Portugal, a pedido da Academia Nacional de Belas-Artes. Recebeu a Ordem de Sant'Iago da Espada, pela mão do então Presidente da República, o General Ramalho Eanes.(Nota de Imprensa)

12 comentários:



  1. Hamid Karzai,Presidente do Afeganistão.

    Reconheceu que distribuiu o dinheiro fornecido pela CIA,pelos senhores da guerra,ligados ao tráfico de droga e taliban.

    Belo trabalho da CIA e da NATO,elogiado pelos nossos governantes.

    ResponderEliminar
  2. Hamid Karzai usou dinheiro da CIA para comprar lealdade de "senhores da guerra"



    (publico) Dezenas de Milhões de dólares foi dado pela cia,ao presidente do Afeganistão.

    São estas as guerras que portugal APOIA em conjunto com a NATO,governos CORRUPTOS ,tráfico de droga,é para aqui que mandamos as nossas tropas ,para guerras sujas.

    ResponderEliminar
  3. Será que é aqui o sítio indicado para deixar os comentários acima?

    ResponderEliminar
  4. As comemorações serão já na nova Bibioteca que o PS/Ernesto prometeu, com pompa e circunstância, como a obra deste mandato?

    ResponderEliminar
  5. Não. Mas serão, com certeza, na "Bibliopólis" que Abilio Fernandes anunciou, com pompa e circunstância, já lá vai quase década e meia.

    ResponderEliminar
  6. Mentiroso. Está a seguir as pisadas do chefe ou isso está-vos na massa do sangue?

    ResponderEliminar
  7. A Administração de Saúde do Alentejo,presidida pelo Dr.Robalo(PS),prepara-se:

    Reduzir camas no Hospital de Beja

    Fecho de Oncologia no Hospital de Beja

    Privatização do Hospital de Serpa(misericordia).

    ResponderEliminar
  8. A ADMINISTRAÇÂO REGIONAL de SAÙDE do ALENTEJO,quer DESTRUIR o SNS.

    ResponderEliminar
  9. ISTO É PORTUGAL, O PAÍS ONDE VIVEMOS

    senão vejamos: - Um jovem de 18 anos recebe 200 € do Estado para não trabalhar, Um idoso que trabalhou toda uma vida recebe 236 € de reforma. - Um marido oferece um anel valioso à sua mulher e tem de declarar doação ao fisco; - O mesmo fisco penhora indevidamente o salário de um trabalhador e demora 3 anos para o devolver; - Um professor leva uma coça de um aluno e o Governo diz que a culpa é das causas sociais; - O café da esquina é fechado pela ASAE porque não tem WC para homens mulheres e funcionarios; - O Governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo. Depois multa quem coloca oleo vegetal nos carros porque não paga ISP; - Nas prisoes são distribuidas gratuitamente seringas por causa do HIV, mas é proiibido consumir drogas na prisãO; - No exame final do 12º. ano se és apanhado a copiar chumbas, o "TAL" fez o exame de Ingles técnico em casa mandou por fax num domingo e hoje é Engenheiro; - Um jovem de 14 anos mata um adulto, não tem idade para ir a Tribunal. Um jovem de 15 leva uma chapada do pai, por ter roubado dinheiro para a droga é julgado por VIOLENCIA DOMESTICA; - Uma familia a quem a casa ruiu e naõ tem dinheiro para comprar outra, o Estado não lhes dá nem facilita a compra de uma nova, tem de viver conforme podem. 6 presos que mataram e violaram idosos vivem numa cela de 4 e sem WC, não estão a viver condignamente e a associação dos direitos humanos faz queixa ao Tribunal Europeu; - Militares que combateram em Africa na defesa do então territorio Nacional, não lhes é reconhecidas nenhuma causa nem direitos de guerra. Mas o Governo elogia as tropas que estao em defesa da patria no Hosovo, afeganistao e Iraque; - Começas a descontar o IRS em Janeiro e só vais receber o excesso no ano seguinte em Agosto se não pagas ás finanças a tempo e horas passado um dia ja estas a pagar coimas e juros. - Fechas a janela da tua varanda estas a fazer uma obra ilegAL Constroi-se um bairro da lata ninguem vê: - Se o teu filho não tem cabeça para estudos e o pões a trabalhar contigo aprendendo um oficio respeitavel é exploração do trabalho infantil. Se participa com 7 anos em gravações de novelas 8 horas por dia ou mais a criança é um talento, sai ao pai ou à mãe; - NUMA FARMACIA PAGAS € 1,00 POR UMA SERINGA PARA DAR UMA INJECÇÃO A UMA CRIANÇA OU IDOSO. se fores drogado não pagas nada. E POR AÍ FORA....... VIVA O MEU PAÍS OBRIGADO PORTUGAL

    ResponderEliminar

  10. Exijamos ao ministério Público (PGR)a prisão de quem nos levou a esta miséria.
    Aprovação da Lei do enriquecimento Ilicito com efeitos retroactivos para por os mafiosos na cadeia, antes que nós nos levantemos e façamos justiça.
    Os pobres, os desempregados, os famintos, exigem reposição da legalidade e punição de quem espoliou assim como o ressarcimentos de quem roubou


    Paulo Morais: Crise foi provocada pela corrupção, não pelos excessos dos portugueses.
    "Há duas mentiras que têm sido repetidas na sociedade portuguesa: que os portugueses andaram a gastar acima das suas possibilidades e que não há alternativa à austeridade para expiarem os pecados (que não cometeram)", disse.

    Segundo Paulo Morais, que falava sobre a "Origem da Crise" numa conferência sobre o modelo do Estado Social, promovida pela Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal, "grande parte da divida pública e privada é fruto da corrupção e não dos alegados excessos dos portugueses".

    Paulo Morais destacou o peso do caso BPN e das Parcerias Público-Privadas (PPP), entre outros, na dívida pública e lembrou que 68% da dívida privada é resultante da especulação imobiliária, salientando que só cerca de 15% da divida privada se pode atribuir aos alegados excessos dos portugueses.

    Os resultantes 15% da divida privada, disse Paulo Morais, correspondem a todo o dinheiro disponível na banca para apoiar a economia portuguesa, que considerou insuficiente.
    Para o antigo vereador do Urbanismo da Câmara do Porto, a verdadeira explicação para a crise em Portugal está nos fenó9menos de corrupção na administração central e local, que têm permitido a "transferência de recursos públicos para grandes grupos económicos".

    "Seis a sete por cento dos recursos do Orçamento de Estado vão para grandes grupos económicos", disse Paulo Morais, referindo o grupo Espírito Santo, o grupo Mello e o grupo Mota Engil, como alguns dos principais beneficiários.

    "Em 2011, as PPP custaram 1.700 milhões de euros, ou seja, mais do dobro dos 799 milhões de euros que estavam previstos inicialmente", disse Paulo Morais, considerando incompreensível que tivesse havido um desvio com um custo superior ao preço que estava inicialmente previsto.
    "O que o Estado pagou a mais às PPP só é possível porque a sede da política - Assembleia da República - está transformada num centro de negócios", disse.

    Como exemplo da gestão danosa dos dinheiros públicos, Paulo Morais referiu uma fórmula de cálculo inserida no contrato de uma PPP, numa auto-estrada em Viana do Castelo, em que o concessionário paga multas, ou recebe prémios do Estado, em função da taxa de sinistralidade.
    "Se a sinistralidade aumentar 10%, o concessionário tem de pagar uma multa de 600 mil euros, mas, se houver uma redução de 10% na sinistralidade, o Estado tem de pagar à empresa 30 milhões de euros", disse.

    "Quem assinou o contrato, só por isso, devia estar preso", sentenciou.

    Referindo-se à nacionalização do BPN, Paulo Morais lembrou que o anterior governo socialista nacionalizou apenas os prejuízos, que estão a ser pagos pelo povo português, e permitiu que os acionistas da SLN - Sociedade Lusa de Negócios (agora com o nome Galilei), detentora do banco, ficasse com os ativos e com todas as empresas lucrativas.

    Paulo Morais garantiu, no entanto, que "se houver vontade política e se a justiça actuar como deve, o Estado ainda pode recuperar três ou quatro mil milhões de euros, através dos activos do grupo Galilei e das contas bancárias dos principais accionistas".

    A aquisição de dois submarinos à Alemanha é, segundo Paulo Morais, mais uma caso de "corrupção comprovada", não pelos tribunais portugueses, mas pelos tribunais da Alemanha.
    "Na Alemanha há pessoas [acusadas de corrupção] a dormirem todos os dias na cadeia", disse.


    ResponderEliminar
  11. Falando da noticia... Tulio Espanca foi um dos maiores impulsionadores do reconhecimento de Évora como cidade Patrimoniado da Humanidade, estudou-a sem querer pertencer aos chamados doutores e passou a sua paixão a quem com ele privou. As suas visitas guiadas eram um ensinamento que nenhum dos que tiveram o privilegio de as fazer se esquecerá. Tulio Espanca falava da cidade, da sua historia e dos povos que aqui passaram e que nos deram origem com paixão, amor e carinho.Todas estas coisas nos passou e por isso muitos de nos ainda aqui estamos, porque nos apaixonamos pela cidade. Se mais Tulios existissem na cidade, na Universidade (onde ha tanto doutorado na historia de Évora) e no Turismo, quem nos visita, quem aqui vive ou quem aqui passa levaria de Évora uma imagem muito melhor e a própria cidade estaria muito melhor tratada. Por mim resta-me agradecer-lhe esta paixão que me incutiu. Quanto à homenagem é merecida assim como outras que se não lhe fizeram ainda!
    Lurdes

    ResponderEliminar
  12. Metam o Karzai no rabo.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.