sexta-feira, 10 de maio de 2013

Algumas sugestões para este sábado em Évora

logo pela manhã

às 11,30 na "Casa dos Bonecos" 


às 11,30 horas na "é neste país"


11 de Maio de 2013, pelas 11.30h
Com quantos pontos se conta um conto?


Isabel Fernandes, Joana Matias, Joana Dias & Gertrudes Pastor



às 14,30 h. na Universidade de Évora


Três alunas da Licenciatura em Educação Básica, Cátia Diniz, Maria Helena Teixeira e Sara Santana, organizam este Sábado à tarde a conferência “Sustentabilidade, Cidade Educadora e Direitos da Criança”, no âmbito da Unidade Curricular de Projetos de Intervenção em Contextos Educativos Não Formais.

A iniciativa, marcada para as 14h30 de dia 11 de maio, no anfiteatro do Colégio do Espírito Santo, integra-se no projeto subordinado ao tema "S.O.S. Projeto 3 R's". Intervêm quatro conferencistas, Vítor Oliveira, Maria das Dores Correia, Assunção Folque e Gilda Matos que, respetivamente, vão falar de Sustentabilidade, Cidade Educadora, Direitos da Criança e GESAMB.
Quem pretender assistir à conferência e porventura tiver crianças a seu cargo, terá nesta tarde a sua vida facilitada, já que haverá uma sala anexa ao anfiteatro com atividades promovidas por alunas da Licenciatura em Educação Básica do 3.º Ano.
Partindo do pressuposto de que “as pequenas ações individuais são a maior força transformadora que se conhece”, as organizadoras do evento divulgam ainda que com a entrega de 20 latas ou 30 embalagens de plástico ou 30 jornais/ revistas, o participante na conferência recebe um Ecoponto Doméstico, para além do certificado de participação.

às 16 horas na Biblioteca


às 17,30h na "é neste país"



Contar Abril . 11 de Maio de 2013 . 17:30

Os sábados convidam-nos a ocupar os pátios deste país.
A Eulália e a Silvina trazem-nos os seus relatos dos tempos de Abril e teremos petisco pela tarde fora…

às 17,30h em Guadalupe (e num café ao pé de si)


Caracolada, mas - infelizmente - é para um grupo restrito e as reservas já estão completas. Três cozinheiros vão estar em despique a mostrar os dotes para a a caracolada. Deixo uma sugestão: que cada um procure a caracolada mais próxima de si e aproveite. Para o ano ninguém sabe o que é que o Gaspar fará aos caracóis. Nem a nós (se deixarmos, é claro).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.