terça-feira, 28 de maio de 2013

A modos que autocrítica? (Esta senhora tem responsabilidades no espaço público...)

Comentar I


Felizmente nos dias que correm não há facto que não tenha, no espaço público de comunicação, comentários e comentadores à sua volta. Infelizmente está a tornar-se tão banal e tão díspar a qualidade dos comentadores que não sei se o martírio de quem os ouve ou lê não os anestesiará, e a opinião ou o comentário deixem de ter o efeito esclarecedor que, em meu entender, deviam ter. É o mesmo risco que corro enquanto cronista, afinal. Mas quem sou eu, e os outros desta Diana, e com sua licença, para não querermos corrê-lo?! Ao risco.Dar opinião é uma forma de participar nas coisas que se vão passando, com o conforto de espetador a quem o que se passa no palco onde não são atores, em princípio, não são atribuídas responsabilidades de bom ou mau desempenho. É certo que, por vezes e muito legitimamente, os atores também podem fazer comentários à sua própria atuação, uma espécie de contraditório a que têm direito e que até serve para enriquecer e esclarecer as mentes dos que se interessam pelo que vai decorrendo, com o maior número de pontos de vista possível.
O comentário mais idiota que ouvi, e de fonte direta porque ninguém me contou, foi o de D. Duarte ao livro de Saramago «O Evangelho Segundo Jesus Cristo». E cito o comentário mesmo com o vernáculo de fino recorte popular que a real figura pública utilizou: «Eu não li o livro mas já sei que é uma merda!». Bem sei que foi depois de um jantar e de uma noite de copos em que alguns, legitimamente, indignados pela obra do Autor (a literatura tem destas coisas) se reuniram para celebrar a sua indignação. E por isso até posso desculpar o deslize de quem é um eterno candidato a um trono invisível que só alguns, como na história de Andersen em que o rei vai nu, conseguem ver.
O que me incomoda é que este não tenha sido caso isolado e que o método faça parte de uma prática que, porque o comentário está e muito bem na rua, seja quase epidémico. É que há quem comente parindo em espaço público aquilo com que foi emprenhado pelos ouvidos, ou olhos, em espaço também mais ou menos público. Também é verdade que, felizmente, me cruzo com muita gente que está bem informada, procura as fontes certas, interessa-se verdadeiramente pelos assuntos e utiliza vários meios ao seu alcance para expor a sua opinião e comentar determinados factos. A esses devia-se-lhes dar mais voz, pública, e não tantas vezes fazer-lhes a número do «lá vem este ou esta complicar as coisas, que maçada!».
Também me parece ser um facto que com um microfone à frente as pessoas se sintam na obrigação, que a maior parte não tem, de comentar ou expressar uma opinião. Digo a maior parte, porque há os que até se põem a jeito para fazer esse papel. Às vezes põem-se também a jeito de fazer fraca figura e em vez de dizer que não sabem o suficiente sobre o que se lhes pede para comentar, começam logo pelo mais básico juízo de valor: Gosto! ou Não gosto? Os porquês é que são elas. Muitas vezes, quando gostam, lá usam as sensações para justificar e acrescentar mais alguma coisinha muito coisinha, tipo «Não há palavras para exprimir.» Quando não gostam, ou repetem o que ouviram dizer aqui «àquele senhor que falou antes de mim» ou porque é um «assunto que me passa ao lado»…
Ainda bem que ainda há quem diga porque é que gosta ou não gosta e quem aceite que gostem ou não gostem, também dos seus comentários. Até para a semana.

Cláudia Sousa Pereira - aqui

20 comentários:

  1. A veriadoura devia era devolver o dinheiro publíco que gastou à camara com a contratação dos seus secretários xuxas. Os gajos passam o tempo todo a jogar no computador em vez de trabalharem no duro e passam o tempo todo a armar a atividade dos xuxas, com telefonemas a todá a hora prós amiguinhos
    Agora foi-se o padrinho Zé do cano e parece lixada

    ResponderEliminar
  2. Esta está a acusar a pressão politica. E como não está elegível nas listas para as autárquicas anda nisto!

    A lista é melgao, francisco costa, lino e xalaça

    ResponderEliminar
  3. Se fosse essa a lista era uma verdadeira chalaça: nos três primeiros tem que haver uma mulher. Qual deles se candidata a mudança de sexo?

    ResponderEliminar
  4. Olha a Claudinha a fazer-se interessante a ver se alguém (politicamente) lhe pega?

    ResponderEliminar

  5. MELGÃO

    Cláudia


    Francisco Costa


    Brigola;estes são os que vão "carregar" a "CRUZ" do desastre.

    ResponderEliminar

  6. MELGÃO

    Cláudia


    Francisco Costa


    Brigola;estes são os que vão "carregar" a "CRUZ" do desastre.

    ResponderEliminar

  7. MELGÃO

    Cláudia


    Francisco Costa


    Brigola;estes são os que vão "carregar" a "CRUZ" do desastre.

    ResponderEliminar
  8. Qualquer um deles se traveste com facilidade. looooooooool

    ResponderEliminar
  9. Não pode ser essa a lista do PS. O francisco costa manda na claudia, por isso vai á frente dela. O lino manda no francisco costa, por isso tem de aparaceer em qualquer lado. o melgao nem na casa dele manda, é um coitado

    ResponderEliminar
  10. Na lista da CDU a mulher vai em segundo para combater o facto do BE ter uma mulher em primeiro. Na lista do PS, a componente feminina também vai ter que ir em 2º. Ou não?

    ResponderEliminar
  11. Eh bicho feio!....

    ResponderEliminar
  12. Calma que o zurrinho e o seguro ainda não aprovaram o melgao. E a Fernanda ramos ainda anda aos tiros

    ResponderEliminar
  13. 12,25

    Agora é que estou a ficar confusa. Então o Luciano não ia em segundo na lista da CDU? Também mudou de sexo?

    ResponderEliminar
  14. Eu é que estou muito confusa. O PS ainda não tem candidato formalizado pelos órgãos do rato e já aqui andam a fazer listas e listinhas. Eu ainda tenho uma palavra a dizer!

    ResponderEliminar
  15. E os irmãos Galvoeiras?

    não vem na lista ps,tanto esforço destes dois rapazes.

    ResponderEliminar
  16. Parece que quem não está a aguentar a pressão é a oposição interna e externa!
    Isto é só xuxas aos tiros uns aos outros quando a Vereadora é independente.
    Foge Cláudia que o PS parece um ninho de ratos.
    Bravo Nico se não mandas calar esta gente vais ser responsabilizado.

    ResponderEliminar
  17. Afinal...Porra......Quem é o candidato do nosso PS em Évora?


    Andamos a ser gozados pelos comunas e pepedocas.

    ResponderEliminar
  18. Eu achava camaradas que o CHALAÇA eram o candidato ideal,ou o Damas são dois moços porreiros do nosso partido,despachem-se,porra camaradas.

    ResponderEliminar
  19. UMA GIGANTE INCOMPETENTE,COM A GESTÃO DA VEREAÇÃO DAS ESCOLAS,DEIXA UM JARDIM DE INFÂNCIA E A ESCOLA EB1 DA CRUZ DA PICADA TER COMO VIZINHO UM CONJUNTO DE BARRACAS CHEIAS DE LIXO CÃES ABANDONADOS AUTOMÓVEIS ABANDONADO ETC...PARA NÂO FALAR DO SEUS INQUILINOS QUE BEBEM CERVEJA CONSOME DROGA A PORTA DAS MESMAS ESCOLAS E AINDA A AMEAÇAM O PAIS COM ALGAZARRA DE MUSICA ENSORSEDORA E GARRAFAS A VOAREM PARA INTIMIDAÇÃO.
    UMA VERGONHA! DOUTORA CLÁUDIA E A SENHORA TEM CONHECIMENTO COMO TODA AUTARQUIA O CASO È PUBLICO E NADA FAZEM SÃO UNS COBARDES INCOMPETENTES QUE VIVEM DA PODRIDÃO!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.