quarta-feira, 1 de maio de 2013

1º de Maio: 8 horas de trabalho/8 horas de lazer/8 horas de descanso para todos


5 comentários:

  1. Estes gajos desta esquerda não existem.
    Mas alguém desta gente já teve que trabalhar?

    ResponderEliminar
  2. 8 horas de trabalho/8 horas de lazer/8 horas de descanso
    Os trabalhadores são os que andam de cajado?
    Volta que deu merda?

    Os jornalistas e o regime.
    ...
    Corromper os conceitos.
    Promover a confusão ideológica.
    Lavar os crimes do capital.
    Transferir as culpas dos criminosos para as vítimas, o Estado, e os cidadãos.
    Caluniar e amordaçar a oposição ao regime.
    Promover o alterne.
    ...
    Políticos lacaios do capital, jornalistas lacaios da política, seja ela qual for.

    Via
    http://portadaloja.blogspot.pt/2013/04/tvi-quem-manda-e-um-conde-barao.html

    "Paradoxalmente ou talvez não, a maioria dos jornalistas são da situação e situacionistas. Os exemplos são às mãos cheias, particularmente nas televisões, nas direcções de informação. Todos assumem os papéis dos antigos directores da RTP antes do 25 de Abril. Tudo pelo poder, mesmo fático e nada contra o poder. Anas Lourenços, Josés Albertos de Carvalho e outros inenarráveis na RTP seguem o guião de um poder ideológico adaptado ao tempo que corre por um motivo muito simples e prosaico: dinheiro. Esses jornalistas que mesmo assim ainda se entendem como profissionais do ramo, ganham mais que a média, muito mais, por causa disso mesmo e enquanto desempenharem esse específico papel situacionista e avesso a fazer ondas que não convêm a quem manda no momento. Por isso é o dinheiro, salpicado de ideologia difusa, que manda nesse tipo de informação."

    Tenham vergonha, traidores!

    ResponderEliminar
  3. Olha o justiceiro das 11,55, armado de todas as verdades e de toda a calúnia.

    O que seria se um dia o poder lhe(s) chegasse às mãos...
    Anonimamente, por certo, dispararia o primeiro tiro na nuca do primeiro jornalista (sempre lacaios do poder - deste ou de todos?) que aparecesse e tinha-se feito justiça...
    Isto no século XXI... Esta gente não cresceu e continua a comportar-se ao nível da mais baixa indigência mental. Não haverá por aí, camarada, nem um poucoxinho de vergonha?

    ResponderEliminar
  4. Barda merda, que estamos a caminhar para a escravatura!!!! e ainda há gajos a dizer mal de quem se insurge contra a violação dos direitos humanos.

    ResponderEliminar
  5. Há esquerdistas - ou pseudo esquerdistas - que se tivessem hipótese fuzilavam metade dos jornalistas e outros "lacaios".

    Estes gajos não existem

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.