sábado, 27 de abril de 2013

O que é, afinal, a excelência?


" A excelência, na maior parte das sociedades, é a arte de jogar com a regra do jogo, fazendo desse jogo, com a regra do jogo, uma homenagem suprema ao jogo." Escreveu Bourdieu, partindo de observações tão distintas como a do homem cabilo (berbere da Argélia) ou  dos intelectuais europeus do séc.XX.
O texto inédito até há pouco, escrito entre 1989/82, explica "como se fabrica a opinião pública". Não terá sido escrito a pensar no caso de Évora, nem na opinião pública em Portugal contemporâneo. Mas podia ...

12 comentários:

  1. É moça fiquei com nó no cérebro

    ResponderEliminar
  2. Por falar em excelência,na Av. Fernando Pessoa, (bacelo)houve uma rotura há mais de duas semanas na faixa de rodagem,em vez de solucionar a situação,colocaram duas grades no meio da rua,passado este tempo,a água corre para a sargeta e circular naquela zona é complicado,a isto não se chama excelência mas desleixo de uma cãmara completamente paralizada.

    ResponderEliminar
  3. O projecto do PS está esgotado,josé ernesto e melgão,em vez da cidade de excelência,deixam-nos uma cidade em ruinas.

    ResponderEliminar
  4. Évora é uma cidade onde impera a subserviência,os cidadãos têm medo de intervir,ser critico dos varios poderes instalados é arriscado,imfelizmente temos uma comunicação social local que é a voz dos vários poderes.Na passada sexta-feira ao final da tarde numa radio local,uma criatura dita jornalista e com responsabilidades na direcção da radio,teceu o máximo de Elogios ao ainda presidente ,e afirmando ser o eng.melgão a decisão certa para continuar a OBRA,inacreditavel como estes PSEUDO jornalistas,não passam da voz dos seus "donos".

    ResponderEliminar
  5. O que esperar do "pezinhos" e da sua radio,a VOZ do partido da tra. da Alegria.

    ResponderEliminar
  6. Seguro está ZANGADO com o ps/Évora.

    ResponderEliminar

  7. MELGÂO

    Claudia

    Brigola

    Chalaça


    Esta a Equipa PS para as autárquicas de Outubro.



    ResponderEliminar
  8. A pergunta que se me coloca é: Qual foi o jogo que bem ou mal se jogou nos últimos três mandatos autárquicos?
    O da pequena politica partidária? (Nem esse parece ter sido).
    O do serviço aos cidadãos? (Também não parece, de todo.)
    O jogo da projeção ou afirmação da cidade nos níveis regional, nacional, ou internacional? (Esse jogo não se jogou mesmo).
    O que queria então dizer "excelência" quando se escolheu essa via? A pergunta continua por responder. Mas este é o tempo de lembrar que não se podem escolher palavras ou referências cujo conteúdo não conhecemos ou conhecemos apenas vagamente.

    ResponderEliminar
  9. "O jogo da projeção ou afirmação da cidade nos níveis regional, nacional ou internacional?"

    Dores, discordo completamente da sua visão.

    Embora correndo o risco de alguns comentadores anónimos aqui neste blog me virem atacar - não tenho receio absolutamente nenhum disso - acho que a cidade ganhou definitivamente o seu espaço tanto nacional como internacional. Évora, e consequentemente o Alentejo, ficaram mais nítidos no mapa internacional.
    Os prémios consecutivos da Região de Turismo do Alentejo são a prova - e Évora é um pilar fundamental no turismo pelo Alentejo.

    Particularmente sei inclusivamente, que as agências de viagens Brasileiras, colam Évora no roteiro base, como “peça” chave para o turismo cultural.

    O jogo e a projeção internacional jogou-se e Évora ganhou-o. Mesmo com a crise que afeta a Europa e todo o Ocidente há praticamente 6 anos.
    E já agora, Se alguém tiver números oficiais que faça o favor de os mostrar. Era interessante ler alguma estatística sobre isso.

    Rui M F

    ResponderEliminar
  10. Rui, sem que tivesse sido previamente combinado, o jornalista José Frota acaba de nos fazer chegar um texto que penso que ajuda a clarificar as nossas posições.

    De facto, penso que Évora pode fazer mais e melhor, também neste campo de acolhimento de turistas e de projeção da imagem (não de cidade -museu) mas de uma cidade do século XXI, com história, património e futuro.

    Obrigada, pela sua opinião aqui expressa.

    ResponderEliminar
  11. sim sim...já escrevi qualquer coisinha lá :)

    De facto esta cidade é uma galinha de ovos de ouro


    Rui M F


    ResponderEliminar
  12. Melhor é sempre possível fazer. Excepto para a Dores que não fazendo absolutamente nada não poderá melhorar a sua prestação. Não é filosofia, é matemática.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.