sexta-feira, 19 de abril de 2013

Novos esclarecimentos sobre o post: "40 graus: contenção na CCDRA? Tem dias..."


Há momentos fui contactado por um quadro altamente qualificado da administração pública eborense que se disponibilizou para prestar alguns esclarecimentos ao acincotons sobre o post que aqui coloquei, ontem à noite, em que  referia a informação de que um vice-presidente da CCDRA teria, em apenas um mês, gasto cinco mil euros de telemóvel. Os esclarecimentos agora prestados permitem analisar melhor o que aconteceu.
Segundo este interlocutor do acincotons, que conhece todo o processo, "não há fumo sem fogo", apesar do que foi escrito "não corresponder à verdade".
O que terá acontecido foi isto, segundo a minha fonte, que pediu para não ser identificada: "o vice-presidente em causa em Novembro ausentou-se do país e no estrangeiro utilizou, sem querer, a Internet. Quando voltou tinha uma conta de 3 mil euros. Protestou junto da operadora, alegando que a ligação à Internet tinha sido feita sem que se apercebesse e, passado algum tempo, a operadora em causa reconheceu  esse facto e prontificou-se a assumir 2.800 euros desse total".
Entretanto, "e ao contrário do que seria normal, a CCDRA já tinha pago a factura, o que não devia ter acontecido, já que  o plafond em chamadas para cada dirigente da Função Pública é de apenas 70 euros e sempre que excede esse valor deve ser o funcionário em causa a pagar o excedente", referiu o nosso interlocutor, acrescentando, no entanto, que "esse dinheiro está a ser reposto em tranches mensais pela Optimus, através de um desconto nas facturas de telemóvel da CDDRA, até atingir os 2.800 euros em causa, pelo que os serviços não foram - como não podiam ser - lesados em nada".
Pela parte que me toca agradeço o contacto e dou como boa esta explicação. Aliás, este tem sido um tema muito falado quer na CCDRA, quer noutros serviços da administração pública em Évora, e a explicação dos factos, de forma pública, só pode contribuir para o seu esclarecimento. É aquilo a que este blog se propõe: sem segundas intenções promover o esclarecimento público e contribuir para o surgimento duma opinião pública forte e esclarecida - porque informada - em Évora.
Obrigado ao nosso interlocutor e a todos os que quiseram contribuir para esta discussão (em que muitas vezes o anonimato apenas lança mais confusão).

28 comentários:

  1. Ora está a ver como estava a dar voz a um boato?
    É que, às vezes as ´fontes', por muito límpidas que pareçam, têm a água inquinada...

    ResponderEliminar
  2. E o caso Silveirinha,para quando?ou não interessa esclarecer,os interesses instalados na CCDRA,os Boys do PS e PSD continuam calados sobre este ESCÃNDALO.

    ResponderEliminar
  3. O caso LUSITANO é um caso de policia.

    ResponderEliminar
  4. A maior VERGONHA dos ultimos anos Rebentaram com o clube e fizeram uma obra ILEGAL,quem se amanhou com os Milhões?

    ResponderEliminar
  5. A MONTANHA QUE PARIU UM RATO!

    Em poucos post's o escandalo da CCDRA passou de 5 mil euros para 3 mil euros. E, afinal, desses 3 mil, 2800 euros foram um engano que está a ser reposto pela operadora.
    Ou seja o homem gastou 200 euros em telemóvel num mês. Mas que grande escandalo!

    ResponderEliminar
  6. Tantas vezes o jarro vai à fonte que um dia...

    ResponderEliminar
  7. Alcoviteiras do camandro

    Inveja do....

    O Português nunca será feliz um dia neste país miserável de intriguistas e invejosos

    ResponderEliminar
  8. Dr.José Ernesto:

    Os Eborenses esperam da sua parte,uma palavra na hora da despedida,e o gesto mais Nobre era na noite do 25 de Abril dirigir algumas palavras na festa de abril na praça do giraldo,é o desafio que aqui lhe deixo.


    obrigado

    ResponderEliminar
  9. Mas, se o limite mensal em gastos de telemóvel é de 70 euros, quem paga o resto?

    ResponderEliminar
  10. Em português, será o próprio !

    ResponderEliminar
  11. "ausentou-se do país e no estrangeiro utilizou, sem querer, a Internet."

    Sem querer?! LOL ... inventam cada desculpa de merda eheheheheheheh

    Foi a badajoz comprar caramelos?! ehehehehehehe

    ResponderEliminar
  12. 20:07

    Nã, foi a Talavera!

    ResponderEliminar
  13. As prisões estão cheias de esfomeados , doentes e inocentes ... quem usa fato e gravata tem sempre desculpa . Jorge (ciclista)

    ResponderEliminar
  14. Parece-me que quem sempre tem desculpa aos olhos dos jornalistas como o CJ são os governantes e desgovernantes do PS, mesmo que usem os carros da CCDRA para irem buscar e levar a sua presidente a casa (Alter do Chao), ou a Moura, queimando os kms daqueles que agora usam carro proprio e mesmo assim não tem viatura para fazer o seu trabalho.
    Mas isso, não interessa nada, porque aos socialistas tudo é permitido e tudo o CJ aguentou, vá-se lá saber porquê? Será que os governos socialistas adjudicam mais coisas (do erário público) a certos orgãos e profissionais da comunicação social? sempre se soube, sempre foi aceite por todos e sabido e por isso é consensual, pelo que, é perfeitamente normal esta ampliação da contestação contra os governos do PSD e do PP pela comunicação social e por profissionais como o CJ, com a sua perspetiva.
    Enfim, perdoemos-lhe porque eles são mesmo assim e ... nunca mudarão.

    ResponderEliminar
  15. @21:59
    Concordo consigo e já tinha notado isso. De facto parece haver neste blog dois pesos e duas medidas.
    E a condescendencia perante factos da mesma natureza cometidos pelo PS é óbvia. As motivações (conscientes ou inconscientes) é que desconheço.

    ResponderEliminar
  16. Pois, eu até admitiria a falta de isenção não fosse tratar se deus jornalista, mas, assim, só se confirma a suspeita.
    Como pode este senhor ser tão viperino para com os outros que todos dias tanto critica (quando são do PSD ou do pp)?

    ResponderEliminar
  17. um jornalistazeco de m ... ehehehehe

    ResponderEliminar
  18. Tenho seguido aqui esta conversa e tirando os comentários menos próprios considero-a esclarecedora: um quadro da CCR gastou muito dinheiro em telemóvel, o caso soube-se, foi comentado e começou a alastrar. O diz que disse foi aumentado e quem conta acrescenta um ponto. Uns a quererem esconder, outros a quererem fazer guerra por motivos politico-partidários. Ainda bem que há gente que gosta de esclarecer. Os esclarecimentos não sei se são verdadeiros, mas agora há uma explicação para uma conversa que já tinha alastrado. Eu própria já tinha ouvido alusões a isto. Não é compreensível no entanto a fúria justiceira de alguns comentários que aqui leio - como se não tivesse acontecido nada. Claro que aconteceu: não é normal (ou melhor, não deveria ser), um quadro da damistraçaõ ter uma factura de 3.ooo euros de telemóvel. Se a tem deve prestar esclarecimentos sobre esse facto. Pelo visto foi o que aconteceu a provar o ditado popular de que "não há fumo sem fogo".

    luisa m.

    ResponderEliminar
  19. 00:43

    eh, eh, eh...bebeste outra vez... O sumo de laranja dá-te cabo do miolo. Assim nem chegas a porteiro da CCRDA, quanto mais a secretário...

    ResponderEliminar
  20. 02:04

    Com a reforma do Ernesto isto não está fácil pá. O Dieb já levou a Margarida Louro para a CCR. Talvez leve o Francisco Costa também para secretário.

    ResponderEliminar
  21. @01:44
    O que aqui mete nojo é apresentar-se uma despesa de telemóvel de 5 mil euros e, afinal, vir-se a saber que a despesa é de apenas 200 euros (e não 3.000!)

    O que aqui mete nojo é a forma discricionária como se dão umas 'notícias' e se ocultam outras de igual natureza.

    O que aqui mete nojo é falar-se de despesas de telemóvel, e esquecer-se de despesas de transportes e outras à custa dos 'ótários'...

    E tudo porque uns são de um partido 'inimigo' e os outros são de um partido 'amigo'...
    Isso é que mete nojo.

    ResponderEliminar
  22. Pelo que li da noticia, a conta de telemóvel foi mesmo de 3 mil euros. Que estão a ser descontados a conta gotas.
    E o que mete nojo é que um serviçlo público tenha pago ilegalmente uma factura de 3 mil euros quando só opodia fazer até 70 euros.
    O que mete nojo é que se isto se passasse com outro funcionário da CCDRA teria que ser ele a arcar com o pagamento integral desse dinheiro até que o assunto fosse ou não resolvido pela operadora.
    O que mete nojo é que os altos funcionários do PSD e do PS fazem o que muito bem lhes apetece, em termos de gastos, enquanto os trabalhadores mais em baixo na escala são vítimas de apertos, cortes e condicionalismo em todas as actividaes.
    O que mete nojo é que se isto não se tivesse tornado público talvez quem arcasse com o prejuízo fose a CCDRA.
    O que mete nojo é este senhor ainda se vir armar em vítima e não explicar se já pagou ou vai pagar os 200 euros restantes e se vai pagar juros do dinheiro que a CCDRA adiantou ilegalmente por ele.
    O que mete nojo é a demagogia destes imcopetentes que utilizam o poleiro para todas as traficâncias e que ontem estavam ali, hoje acoli e amanhã estaram noutro lado sempre a fazerem suas as palvras de Dias Loureiro, Oliveira e Costa ou Duarte Lima, entre outros: "Rouba já hoje que amanhã pode ser tarde".
    O que mete nojo é que um serviço que já foi tão inportante para o desenvolvimento do Alentejo como a CCDRA tenha estado nos últimos anos a ser desmantelado nas mãos de traficantes políticos, incompetentes, a soldo dos maiores partidos trazendo para a região a incompetência, o compadrio, a corrupção que grassam pelo país.
    Metem nojo! São uma completa nojeira e ainda se atrevem a vir para os blogues e para a comunicação social dizer as enormidades que eu tenho lido por aqui.
    Metem nojo!

    Um funcionário da CCDRA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. VÊ-SE LOGO QUE FOI ESTE ULTIMO QUE MONTOU A HISTÓRIA .... ESTE E OUTROS COMO ELE TENTAM ESCONDER A INCOMPETÊNCIA ... Es uma vergonha para os outros funcionários.... Não são todos iguais.... Não te escondas ....

      Eliminar
  23. Pelo comentário das 11 e 46, vê-se logo quem foi o autor da "fuga cirurgica de informação". Pena é que não tenha a coragem de assumir a sua identidade. Isso sim ´mete nojo, ainda mais lendo a noticia! Percebe-se claramente que foi um aproveitar de uma situação incomum originada por um erro de uma operadora, distorcendo uma realidade com o claro objetivo de prejudicar o visado na noticia. Talvez alguém a quem tenha sido retirado o poleiro. Mas sendo funcionário da instituição, deveria dar-se ao respeito pois um verdadeiro profissional não usa informação de acesso limitado distorcendo-a. Neste país, o que interessa é a noticia, seja ela verdadeira ou não. Se por mero acaso se verificar que afinal não era sequer noticia... azar do visado. Os jornalistas não estão acima da lei e devem assumir os seus erros. Afinal a fonte não falou verdade... mas já não se confirmam as fontes?!

    ResponderEliminar
  24. E tu assumes a tua identidade, ó cretino das 22,49?

    ResponderEliminar
  25. Anónimo disse...
    E tu assumes a tua identidade, ó cretino das 22,49?

    Para o senhor Anónimo deixo dois comentários:

    por ignorância minha, desconhecia que Anónimo é nome de gente; de certo que é esse o seu nome;

    na falta de argumentos, parte-se para a ofensa.

    Tudo isto é matéria factual. Esta é a diferença para outros "casos".

    ResponderEliminar
  26. Sim claro, o outro operador cobrava à OPTIMUS e a OPTIMUS devolve o dinheiro ao cliente treta, querem meter os dedos nos olhos do pessoal.
    Pagaram e não bufaram, 70 euros por utilizador ? areia para os olhos essa malta usa e abusa tal como todos

    ResponderEliminar
  27. "esse dinheiro está a ser reposto em tranches mensais pela Optimus, através de um desconto nas facturas de telemóvel da CDDRA, até atingir os 2.800 euros em causa, pelo que os serviços não foram - como não podiam ser - lesados em nada". isso era bom se fosse verdade...a verdade é que a ccdr teve que pagar tudo e nunca mas nunca foi ressarcida pela operadora....porra não atirem lama para os olhos...claro que a ccdr tinha que vir defender os interesses da sua gente, façam lá chamadas de dados pela net e depois vão dizer à operadora que se enganaram...SE ACREDITAREM NESSA HISTÓRIA QUE VEIO DA CCDR TAMBEM ACREDITAM NO PAI NATAL...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.