sábado, 13 de abril de 2013

Bruno Simões Castanheira ganhou o grande Prémio de Fotojornalismo 2013 Estação Imagem/Mora

Austeridade na Grécia: Prémio de Fotojornalismo 2013 Estação Imagem/Mora BRUNO SIMÕES CASTANHEIRA

Santa Filmena, Amadora: prémio Vida Quotidiana ANTÓNIO PEDRO SOARES


Foram divulgados esta manhã em Mora os prémios de fotojornalismo Estação Imagem. Uma reportagem sobre a situação económico-financeira em que está mergulhada a Grécia, e os problemas sociais que esta conjuntura provoca, valeu a Bruno Simões Castanheira o Prémio de Fotojornalismo 2013 Estação Imagem/Mora, distinção atribuída pelo único concurso do género em Portugal.
Entre os vencedores, há três fotojornalistas do PÚBLICO, um dos quais, Daniel Rocha, obteve o primeiro lugar na categoria “Retrato” com a série “O Desemprego tem um Rosto”.
Paulo Pimenta – fotojornalista do PÚBLICO que foi o primeiro vencedor do Prémio de Fotojornalismo Estação Imagem/Mora, em 2009 – foi reconhecido na categoria Arte e Espectáculos (segundo lugar), e Nelson Garrido, também repórter deste jornal, foi distinguido na categoria Vida Quotidiana pela série “Home Less”.
O anúncio dos vencedores foi feito em Mora, localidade que acolhe pelo quarto ano consecutivo a cerimónia de entrega dos prémios que nesta edição foram escolhidos por um júri internacional constituído por Elisabeth Biondi, Jim Casper, Maurício Lima e Paul Hanna.

Lista de vencedores

Prémio de Fotojornalismo Estação Imagem/Mora
Bruno Simões Castanheira
Grécia, onde a crise económica criou uma catástrofe social

Notícias

1º Prémio – Pedro Nunes
A crise envergonhada

2º Prémio – Pedro Armestre
Gurugú

3º Prémio – António Pedro Santos
A crise é o maior reality show do mundo

Vida Quotidiana

1º Prémio - António Pedro Santos
Santa Filomena. Num instante, a casa cai

2º Prémio - Augusto Brázio
Estação de Brinches-Serpa

3º Prémio – Pedro Elias
Dead Taxi Drivers

Arte e Espectáculos

1º Prémio – Bruno Simão
A Virgem Doida

2º Prémio – Paulo Pimenta
Aduela

Assuntos Contemporâneos

1º Prémio – João Carvalho Pina
Shadow of the Condor

2º Prémio – Nelson Garrido
Home Less

3º Prémio - Patrícia de Melo Moreira
Crise Portuguesa

Ambiente

1º Prémio – Octávio Passos
Inferno na ilha da Madeira

2º Prémio - Gabriel Tizón
Vidas no lixo

3º Prémio – Pedro Armestre
Incêndios

Série de retratos
1º Prémio – Daniel Rocha
O desemprego tem um rosto

2º Prémio – Mário Macilau
Forgotten

3º Prémio – Alfredo Cunha
Os Anjos de S. Bartolomeu do mar

Desporto
1º Prémio – Daniel Rodrigues
Futebol Africano

5 comentários:

  1. Não aceitamos candidatos por imposição,o PS deve ouvir os militantes do Bacelo,o candidato a cabeça de lista da freguesia Bacelo/Sr. da Saúde,deve ser um militante com capacidade de trabalho e disponivel para trabalhar.

    ResponderEliminar
  2. O Morgadinho está mortinho para ser o candidato,é Persona Nom grata no Bacelo.

    ResponderEliminar
  3. A Elia Mira como terceira na lista da CDU à Câmara é boa aposta.

    rm

    ResponderEliminar
  4. té Sócrates diz é preciso dizer basta.
    Coelho e Portas nem os dois juntos chegam aos calcanhares de Sócrates.
    É preciso dizer basta á Alemanha, é preciso que os países do sul, se unam( Portugal, Espanha, Grécia, Irlanda , Chipre e Itália)
    È triste que esteja um português Barroso á frente da comissão, mas é um frouxo, Dragui fez aquilo que pertencia ao presidente da comissão.
    Sejamos intervenientes ativos e não passivos, coelho faz lembrar aquele fulano que está a comer no c...., e pede desculpa de estar de costas.
    Faz algo coelho ou volta para a toca, Vitor Gaspar foi considerado na Irlanda o ministro da Troika, todavia aqui os jornalistas subservientes e almejam esse facto

    ResponderEliminar
  5. 22.28

    Ou será a arquitecta?

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.