domingo, 21 de abril de 2013

ÀS PORTAS DO 25 DE ABRIL: PARA ONDE VOU COM OS MEUS FILHOS?


Bom dia.
Gostaria que ficasse a saber da minha situação, somos uma família de Évora com dois filhos menores que temos passado muita dificuldade ja alguns meses que tentamos sobreviver com 70 euro , não conseguimos fazer face as despesas nem a alimentação , estou inscrito a 9 anos na casas de habitação social na Habevora já tivemos uma acção de despejo a 6 anos atrás com uma crianças com um mês e a Câmara de Évora nada fez simplesmente me deixou na rua neste momento tenho ate ao dia 26 deste mês para sair da casa onde me encontro e PERGUNTO PARA ONDE VOU COM OS MEUS FILHOS ? terei que ir para a porta da CÂMARA.
Ja fazemos tudo o que estava a nosso alquase ja fomos a dois canais da comunicação social fui a um programa no canal SIC informamos o nosso Pais todo da nossa situação e o que a Câmara nos esta a fazer ,as respostas da Câmara e que não tem casas, isso deve ser uma brincadeira nao tem ! tem e continua a dar casas a pessoas que tem rendimentos e deixam uma família que não tem rendimentos na rua e revoltante na 3 feira estarei na Câmara e vou pedir ao SR PRESIDENTE QUE ME RESPONDA em que grau a minha família esta pois na Câmara dizem que e grau 1 urgente mas como eu esta a vizinha do lado que tem um T1 com dois filho e o ordenado do marido eu que não tenho nada estou depois dela ou seja eu vou ficar na rua e ela com casa se poder e quiser ajudar o meu contacto e 968433494 pois ja estou para o que der e vir se tiver que ir para a porta da Câmara gritar ate me ouvirem terei que o fazer obrigada.

Helder Mourão
21 Abril, 2013 11:44

15 comentários:

  1. Deixo aqui uma proposta para dia 26 às forças de esquerda e mais sensíveis com os problemas sociais: vamos impedir que esta família seja despejada. Pode-se criar um grupo aqui ou no facebook para impedir o despejo, como já está a acontecer em muitos sítios. Haverá maneira melhor de comemorar o 25 de Abril em Évora? Se houver gente para alinhar, vamos a isto.

    A. Dias

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente
    As pessoas não podem ser despejadas, hoje deles amanhã de todos nós.
    O capitalismo está a levar o mundo á falência, dizem-nos que todos temos que exportar, mas para onde se ninguêm importar.
    SE O Capitalismo, desemprega, não enxerga que mais um desempregado é menos um consumidor para comprar os seu produtos.
    Temos 600 mil casas vazias, todavia as pessoas não tem dinheiro para usufruir desses monos ao abondono.
    Algo tem que mudar, novo paradigma tem que se inventado
    APiteira

    ResponderEliminar
  3. Falei com este sr. Oereci casa para a família e trabalho para ele. Diz que não pode. Espera a casa do estado e tem coisas para fazer durante o dia.
    A Habevora foi por mim informada da situação.

    Adolfo Dias

    ResponderEliminar
  4. Vista-se e viva como um cigano,é garantido cheque e habitação e tem como extra poder gozar com a psp!
    O estado social em Portugal é uma palhaçada apadrinhada e montada pela esquerda!

    ResponderEliminar
  5. O novo provedor da Misericordia de Évora deu entrevista ao jornal local da Igreja,parece estar chateado com a situação do hospital,o NEGÒCIO feito pelo o antigo provedor está a correr mal.

    Os grupos privados da saúde querem tirar o maior lucro possivel,para eles a SAÚDE é um Negócio,e as Misericórdias querem que o governo lhes entregue mais hospitais,para estes serem geridos por estes grupos.O espirito de Solidariedade Cristã e Fraterna parece ter desaparecido destas instituições.

    Esta não é a Igreja de Cristo,mas SIM autênticos Vendilhões do Templo.

    ResponderEliminar
  6. Não percebi.

    A carta é redigida por uma senhora mas é assinada por um Hélder Mourão???

    ResponderEliminar
  7. As Misericórdias entregaram a gestão a grupos privados ,nomeadamente ao grupo espirito santo,não é este o espirito destas instituições.

    Nada tem de Solidárias e ao serviço dos mais fracos.

    ResponderEliminar
  8. 24 de ABRIL 22:00 horas


    Praça do Giraldo

    Que se Lixe a Troika o Povo é Quem Mais Ordena

    Vamos encher a Praça-exigir a Demissão do Governo.

    ResponderEliminar
  9. 17.55

    ?

    Essa não entendo. Você deve ser muito perspicaz. Será porque termina com obrigada? Ora deixe-se disso. Como diaia o outro. "são pentelhos".

    ResponderEliminar
  10. 24 de Abril

    Praça do Giraldo


    A CANTIGA É uma ARMA


    Vamos fazer das comemorações tradicionais ,uma noite diferente.

    TODOS na Praça,que cada um leve aquilo que achar importante para fazer a Noite de Abril,cheia de canções e de REVOLTA.

    ResponderEliminar
  11. Já agora expliquem lá o que querem fazer no 25 de Abril, Vai haver o espectáculo habitual na Praça do Giraldo até à meia noite, o GRãndola e depois madrugada dentro, com música mais batida, a concentração é junto da SOIR. O que é vocês propõem? Quem são vocês? Quem convoca? Têm página com nomes que a gente conheça? O que pretendem? Prestar solidariedade aos grupos culturais que ficaram sem apoios? A demissão do governo? Um novo governo do PS? Uma outra Câmara? Uma manif de apoio ao Pinto Sá? É que não se entende nada dos comentários que andam a pôr pelos blogues cá do burgo.Não perdiam nada em esclarecer o que querem fazer porque a ideia que estão a dar é que não sabem mesmo o que é que hão-de fazer nem para quê. Parece que andam a cumprir outra agenda que não a vossa e isso dá sempre mau resultado. E essa tontice de "TODOS na Praça,que cada um leve aquilo que achar importante para fazer a Noite de Abril,cheia de canções e de REVOLTA" é o mesmo que nada. Folclore para adormecer quem quer fazer alguma coisa para mudar a tristeza reinante.
    Obrigado se quiserem esclarecer.

    maria

    ResponderEliminar
  12. Vou para Lisboa

    Não gosto de comunas e em Évora são organizados e vão seguramente fazer-se dar nas vistas.

    Não me misturo com eles

    ResponderEliminar
  13. anónimo das 20:00 vai e não voltes.

    ResponderEliminar
  14. Ouvi dizer que tinha sido oferecida à familia em questão o lugar de caseiros numa quinta com casa e trabalho remunerado para o Senhor, que não aceitou. Nem sequer foi ver a casa... Quer algo melhor, viver na cidade com os 70 euros... manifestar-se, gritar, mudar o mundo, acho bem! eu isso tambem quero

    ResponderEliminar
  15. REALMENTE AS PESSOAS FALAM SEM SABER AGRADEÇO QUEM FALA COM VERDADE. SR ADOLFO DIAS GOSTARIA QUE ME RESPONDE SE A ONDE E QUE O SENHOR ME OFERECEU TRABALHO E CASA ?POIS NUNCA RECEBI QUALQUER COMUNICADO ACERCA DISSO SE FAZ FAVOR ENTRAR EM CONTACTO COMIGO 968433494. EM RELAÇÃO AOS ANÓNIMOS AGRADECIA QUE FALASSEM COM VERDADE OU ENTÃO NÃO SABEM NÃO FALEM REALMENTE EU RAQUEL ESPOSA DO HÉLDER MOURÃO ESCREVI A CARTA E QUE ASSINOU FOI O MEU MARIDO QUAL E O PROBLEMA NISSO ACHO QUE ESSAS INFORMAÇÕES SÃO CONFIDENCIAIS AGRADICIA QUE ASSINA SEM O VOSSO NOME COM O MEU OBRIGADA RAQUEL

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.