domingo, 28 de abril de 2013

"Água, Azeite e Vinho", um texto inédito do escritor Afonso Cruz na revista da 30ª OVIBEJA

(clique para aumentar)

Um texto inédito do escritor Afonso Cruz sobre a "Água, Azeite e Vinho", escrito propositadamente e publicado no número 60 da Revista/Catálogo da 30ª OVIBEJA (que hoje terminou em Beja), com uma ilustração da artista Rute Reimão. Aqui também (págs. 4 e 5 da revista).

7 comentários:

  1. " CDS pode ser um aliado do PSD ou PS no Governo",diz o lider da CAP,está tudo dito.......

    ResponderEliminar
  2. HAJA ALGUEM QUE SAIBA E NOS ELUCIDE...
    PARA ON DE FORAM GANHAR O TACHO OS SECRETARIOS DE ESTADO QUE SE DEMITIRAM????
    E O RELVAS??? QUE É FEITO DELE????

    ResponderEliminar
  3. mesmo ampliando não dá para ler o texto

    será possível publicá-lo em separado?

    obrigado

    ResponderEliminar
  4. experimenta aqui neste endereço:
    http://www.ovibeja.pt/files/24042013-321-revista_ovelha.pdf

    É na pág. 4 e 5 da revista.

    Abraços
    Carlos Júlio

    ResponderEliminar
  5. com erro

    mas não sei como corrigir
    OBRIGADO, é evidente

    ResponderEliminar
  6. encontrei/li/esperava diferente

    gosto das aventuras linguísticas do "cara"
    fiquei a saber que mora pertíssimo, só pode, do Monte onde eu nasci, no Almadafe (que é Casa-Branca e não AVIS)

    vizinho então do Ilustre Bagão Félix, que comprou e recuperou o Monte (das FLORES)onde eu nasci para o pião, a fisga e os mergulhos no Ribeiro do Almadafe

    ah, e os assaltos às laranjas da Quinta da Saudade, que também tinha dois belíssimos tanques ecológicos, com rãs e "lismos", onde o pessoal ia mergulhar.
    e deliciar-se com requintada fruta da época
    não imagino de quem seja hoje este magnífico lugar

    não havia poluição - qualquer regato que corresse e desafiasse a primavera tinha peixitos

    mesmo nas valas que bordejavam as courelas, em anos de invernia surgiam - julgo saber hoje tratar-se de ricos juvenis de enguias, que nós atribuíamos a cabelos que tivessem ganhado vida

    este é parte do habitat das duas figuras públicas que trouxe agora à baila - Bagão Félix, e a já grande realidade da nova geração de escritores portugueses

    na minha próxima deslocação por aquelas bandas, não vou deixar de
    procurar o Monte onde mora, e cria,
    o escritor que pôs CRISTO a beber cerveja

    espero não tenha reeditado o milagre das Bodas de CANAAN



    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.