quinta-feira, 18 de abril de 2013

40 graus: contenção na CCDRA? Tem dias...


Recebeu hoje o acincotons um email endereçado por um trabalhador da CCDRA. Dizia simplesmente isto, que partilhamos com os nossos leitores: "Soubémos hoje que um dos actuais vice-presidentes da CCDRA gastou num único mês a pequena quantia de 5000€ em telemóvel. Chama-se (...) e eu enquanto trabalhador da CCDRA tenho de manter o anonimato nesta divulgação, pois foi informação que recebi transmitida, dado que não trabalho na contabilidade.... A vocês que escrevem muitissimo bem e que abrangem muita gente com a leitura do blog, vos peço denunciem isto por favor, pois não sabemos até se é prática corrente ( todos os meses) ou foi um mês de "descuido"...."
Infelizmente não temos maneira de confirmar. Mas, a ser verdade, é de bradar aos céus: contenção sim, mas é para os outros. (E cinco mil euros em telemóvel é mais do que muito: é quase um ano de salário para quem ganhe o ordenado mínimo...)

ACTUALIZAÇÂO AQUI

40 comentários:

  1. E O DS (Diario do Sul) quanto recebe da CCDR para publicidade de 1ª as vezes 2ª e 3ª pàgina?
    São euros dos nossos impostos, ou empréstimos ou fundos comunitários utilizados na promoção do que?
    Isso serve para que, autopromoção dsos senhores da CCDR milhares de euros, hoje a CME já nem têm dinheiro para promoção politica o DS tem que viver

    ResponderEliminar
  2. 4 tlm é no que dá. E nenhum deles a tratar de assuntos da CCDRA

    ResponderEliminar
  3. “POR BEJA COM TODOS” CONTRA REDUÇÃO DE CAMAS NO HOSPITAL DE BEJA

    Segundo informações tornadas públicas, existe um plano de redução de camas hospitalares em toda a região do Alentejo, o que implica o encerramento de dezenas de camas no Hospital de Beja. Nós, pagadores de impostos, utentes do SNS, temos direito à informação sobre tão importante matéria. Não é aceitável a ocultação de um tal plano.
    Tal medida, a concretizar-se, terá graves consequências para os utentes da região. O encerramento de camas hospitalares inviabilizará internamentos imprescindíveis e reduzirá as capacidades técnicas e formativas do Hospital Distrital de Beja. Seria deitado por terra todo o esforço desenvolvido durante duas décadas, em que se conseguiu a notável elevação da qualidade e sofisticação dos cuidados de saúde prestados à população do Distrito de Beja.
    Os argumentos de teor económico-financeiro invocados como justificação de tal medida não têm como preocupação central os doentes.
    A suposta vantagem de tais camas virem a ser substituídas por vagas em unidades de cuidados continuados é um argumento verdadeiramente ridículo, visto que essas são destinadas a tratar situações clínicas diferentes das que tem de o ser em meio hospitalar. A necessidade de mais camas nos cuidados continuados não pode ser resolvida reduzindo as camas do hospital.
    Como tem sido afirmado por profissionais do Hospital de Beja, a sua lotação não é excessiva. Pelo contrário, o que é notório é que algumas Especialidades do Hospital de Beja têm défice crónico de capacidade de internamento.
    Assim, o Movimento “Por Beja com todos” considera que a redução do número de camas do Hospital seria um retrocesso de consequências irreversíveis, quer para a qualidade dos cuidados nele prestados, quer para a sua capacidade formativa. Pôr-se-ia em risco o futuro desta tão imprescindível Unidade de Saúde, enquanto benefício público;
    o Movimento “Por Beja com todos” denúncia o secretismo perverso com que as instâncias governamentais estão a tratar o assunto;
    o Movimento “Por Beja com todos” repudia veemente esta afronta aos direitos dos utentes do Hospital Distrital de Beja;
    o Movimento “Por Beja com todos” apela aos utentes e funcionários do Hospital Distrital de Beja, aos Bejenses e a todos os cidadãos que se manifestem contra esta intenção e que reivindiquem o direito a um sistema de saúde digno e eficaz, onde as pessoas possam ser tratadas como pessoas e não como números de uma tabela económico-financeira deprimente e castradora.

    ResponderEliminar
  4. A habévora falida publica uma página no diário do Sul,a propaganda já começou,o nosso dinheiro na campanha PS.

    ResponderEliminar
  5. O Trabalhador da CCDRA deve avisar o seu Chefe gastador de que 5000 euros/mes de telemóvel é mais de falar contínuamente durante o mese inteiro como o telele no ouvido. Ora provavelmente também corresponde aos tel da familia do dito cujo. Deve avisar o CHEFE de que isso corresponde a uma dose de radiação capaz de matar a família inteira. Vamos lá faça lá esta boa acção!

    ResponderEliminar
  6. Descuidos é sempre muito mau e 5 mil euros não é um descuidozinho. É uma borradela completa.

    ResponderEliminar
  7. Os organismos regionais estão cheios de boys do bloco central,autênticos chulos,e não servidores do estado,enriqueceram,por isso para esta rapaziada PS ou PSD tanto faz.

    ResponderEliminar
  8. @08:27
    A HABÉVORA é mais um elefante branco criado por esta gestão incompetente do PS, que se junta ao descalabro das águas.

    Em meia-dúzia de anos de vida já tem uma dívida acumulada qe quase 20 MILHÕES de euros. 20 MILHÕES a juntar aos 80 MILHÕES da dívida da CME. 20 MILHÕES, cuja factura, mais dia menos dia, irá ser remetida aos eborenses.

    Há, pois é!…

    E o senhor doutor Ernesto e a senhora 'doutora' Fernanda Ramos bem avisados foram das consequências do acordo ruinoso que fizeram quando receberam, do INH/Governo, a CRUZ DA PICADA e o ESCURINHO, sem virem acompanhados das indispensáveis contrapartidas financeiras.
    Mas 'suas excelências' é que sabiam...
    E agora os eborenses que paguem!

    ResponderEliminar
  9. Este ‘post’ do CJ, revela a demagogia e a hipocrisia refinada do autor.
    Ou seja:
    Com base numa comunicação anónima tece considerações e conclusões que, como diz, «Infelizmente não temos maneira de confirmar.»
    E, apesar de não saber se é verdade e não ter maneira de confirmar, não hesita em considerar que é de «de bradar aos céus»…

    Enfim é o estilo do senhor Carlos Júlio no seu estilo habitual de atirar lama para a ventoinha, à excepção dos seus amigos do PS. Sim porque esses são de ESQUERDA e a ESQUERDA não se questiona. Nem mesmo quando uma câmara completamente falida, sem dinheiro para coisas básicas como o gasóleo para as viaturas, paga viagens a uma vereadora para ir passear à Coreia ou a Israel…

    ResponderEliminar
  10. 10:43

    Mas, hipocrisa ou não, estilo refinado ou não, vamos ao que interessa: a informação é verdadeira ou não?

    ResponderEliminar
  11. Todos sabem que os Grilos falam muito!

    ResponderEliminar
  12. Se não se sabe se é verdade ou mentira, para que serve um post a falar daquilo que não se sabe e (segundo o autor) não há forma de confirmar?

    ResponderEliminar
  13. Toda a gente sabe que o PSD "tomou" de assalto a CCRDA.

    ResponderEliminar
  14. Vejam lá se o menino se candidatou a autarquia,olho o meu tacho seguro na ccrda.

    ResponderEliminar
  15. Porque será que, apesar dos gastos serem públicos e haver forma de confirmar, nunca li nenhum post do senhor CJ sobre as despesas em viagens 'turísticas' (o ano passado à Coreia e este ano a Israel) efectuadas pela senhora Vereadora Cláudia Pereira?

    Será que não considera de “bradar aos céus” que uma vereadora, associada aos sucessivos cortes nos apoios aos agentes culturais da cidade e não só, faça despesas dessa natureza, sem que se vejam quaisquer resultados dessas viagens?

    Será que não considera de “bradar aos céus” que a câmara onde essa senhora (ainda) é vereadora, ande a cortar na tinta para pintar passadeiras e sinalização rodoviária, nos herbicidas e materiais para cortar as ervas que abundam nas ruas, nos pneus e nas peças das viaturas, no papel higiénico ou no sabão para lavar as mãos, etc., mas não se coíba a gastar dinheiro em viagens inúteis à Coreia e a Israel?

    Será que algum dia irei ter o prazer de ler um post do senhor CJ sobre o tema ou algo equivalente?

    ResponderEliminar
  16. Todos na Praça do Giraldo

    noite de 25 de Abril


    FESTA


    LUTA

    ResponderEliminar
  17. VAMOS Lutar por Abril



    Aparece Praça do Giraldo



    22:00 horas

    ResponderEliminar
  18. 25 de ABRIL


    Almoço no Monte Alentejano


    12:30 Horas,aparece

    ResponderEliminar
  19. @12:08
    A propósito de 'tomar de assalto' ainda se lembram do que fizeram as ‘excelências’ do PS, a partir de 1995, quando a trupe do Ernesto tomou conta daquilo e colocou a CCDR ao serviço da sua estratégia de poder pessoal?
    Ai já não se lembram?
    É que se se lembrassem, sabiam que aquilo de que agora falam não passam de brincadeiras de criança quando comparado com regabofe (e as filhas-da-putice…) da altura.

    ResponderEliminar
  20. Mas com tanto entendido por aqui, continuemos no que interessa: é verdade ou não?
    O resto é fogo de vista para desviar atenções...

    ResponderEliminar
  21. @12:21
    Toda a gente sabe que é verdade que a senhora foi o ano passado à Coreia e este ano a Israel, à custa dos otários, que somos nós.

    ResponderEliminar
  22. Imaginem o seguinte post:
    «Recebeu hoje o acincotons um email endereçado por um trabalhador da CME. Dizia simplesmente isto, que partilhamos com os nossos leitores: "Soubémos hoje que o actual vice-presidente da CME gastou num único mês a pequena quantia de 5000€ numa casa de putas. Chama-se (...) e eu enquanto trabalhador da CME tenho de manter o anonimato nesta divulgação, pois foi informação que recebi transmitida, dado que não trabalho na contabilidade.... A vocês que escrevem muitissimo bem e que abrangem muita gente com a leitura do blog, vos peço denunciem isto por favor, pois não sabemos até se é prática corrente ( todos os meses) ou foi um mês de "descuido"...."
    Infelizmente não temos maneira de confirmar. Mas, a ser verdade, é de bradar aos céus: contenção sim, mas é para os outros. (E cinco mil euros em PUTAS é mais do que muito: é quase um ano de salário para quem ganhe o ordenado mínimo...)»


    E a seguir, depois de atirada a pedra ao povoléu, escondia a mão e hipocritamente perguntava: AFINAL É VERDADE OU NÃO que o homem anda nas putas a gastar o nosso dinheiro?

    ResponderEliminar
  23. Porque será que esta gente do PSD não pede esclarecimentos sobre as despesas da vereadora ao vereador que têm na Câmara? Ou será que ele também foi "cúmplice" na viagem da senhora para promover a açorda alentejana?

    ResponderEliminar
  24. @12:42
    E desde quando é que o Vereador controla as despesas da Vereadora?
    Ainda não te ensinaram a diferença entre "Câmara Municipal" e "Presidente da Câmara" e as competências e atribuições de cada um destes órgãos autárquicos?

    ResponderEliminar
  25. Depois de lançado boato (@12:42), imaginem o seguinte comentário:

    «Mas com tanto entendido por aqui, continuemos no que interessa: é verdade ou não?
    O resto é fogo de vista para desviar atenções...»


    Agora digam lá que gente é esta,
    e o que faria se algum dia tivessem o poder nas mãos?

    ResponderEliminar
  26. Com tanto anónimo por aqui, vamos lá a ver se a gente se entende: 1) a informação que ontem foi enviada ao acincotons e que eu publiquei na íntegra (apenas não referindo o nome do vice-presidente), foi-o por alguém que eu identifico, conheço, que me merece confiança e que pediu o anonimato;
    2º) coloquei o meu nome por baixo do post de forma a que ele não fosse anónimo, por respeito quer à CCDRA, quer à pessoa que contactou o acincotons, mas também aos leitores do blogue - e isso é bem diferente do jogo sujo que os autores dos comentários anónimos fazem e continuam a fazer, sem assumirem uma linha do que escrevem;
    3º Este é um assunto que dentro da CCDRA tem merecido os mais diversos comentários. Como disse, não sei se é verdade, por isso pus todas as ressalvas no comentário ao texto que foi enviado, mas a pessoa que estebeleceu contacto com o acincotons merece toda a minha credibilidade e confiança.
    4º Sobre pequenas matérias rasteiras como as respeitantes à veeradora ou a quem quer que seja nem vale a pena responder. São insignificâncias e o método já é conhecido: atirar pedras para desviar as atenções. Só que, regra geral, elas atingem os anónimos que as atiram e aquilo quepretendem ocultar ou de que querem que as atenções sejam desviadas.
    5º Sem me esconder no anonimato prestei os esclarecimentos que julguei convenientes sobre a forma como a informação me chegou e a impossibilidade de a confirmar - não escrevi posts nem comentários anónimos enlameando ninguém - algo que os meus "contraditores" não hesitam em fazer.
    Mas as acções ficam com quem as pratica. E há gente dessa estirpe, anónima e soez,que vale tanto como nada. Regra geral são eles a fonte de todos os boatos, de toda a malidecência e de toda a infâmia que parece ter tomado conta da Intenet. Sempre sem nunca darem a cara. Escondidos como ratos.

    CJ

    ResponderEliminar
  27. @12:58
    A única diferença entre os boatos de uns e outros é que uns são 'anónimos' e outros são 'assinados'.
    Mas uns e outros, não deixam de ser boatos.

    ResponderEliminar
  28. se não forem verdadeiros. Senão são factos.

    ResponderEliminar
  29. Este senhor da CCDRA que gasta tanto dinheiro no telemóvel deve ser muito gago....primeiro que o percebam demora muito, assim se justifica as horas que demora com aquilo encostado ao ouvido....

    ResponderEliminar
  30. «Sobre pequenas matérias rasteiras como as respeitantes à veeradora ou a quem quer que seja nem vale a pena responder. São insignificâncias…»

    Considera o senhor Júlio que as despesas de milhares de euros de uma Vereadora de uma Câmara falida, em viagens inúteis as países estrangeiros, sem resultados que se conheçam para benefício para o concelho dessa vereadora, são ‘insignificâncias’. E, talvez por isso, nunca achou relevante referir o assunto num qualquer post.

    Já, as despesas de 5000 euros com telemóveis de um vice-presidente da CCDRA, considera ter muito significado… E por isso dedica um post ao tema, apesar de nada saber e não ter forma de confirmar a informação.

    O facto da vereadora ser do PS e o vice-presidente ser do PSD, não teve, OBVIAMENTE, nada a ver com o critério utilizado pelos senhor CJ.
    Como não tem nada a ver a forma tolerante e passiva como se vai manifestando a sua opinião perante as diversas trafulhices do PS local. Afinal, tudo insignificâncias.

    Enfim, vamos ficando esclarecidos sobre os critérios e a isenção do senhor CJ. Ou, pelo menos a forma como se manifesta o seu subconsciente…

    ResponderEliminar
  31. * "sem resultados que se conheçam em benefício do concelho dessa vereadora"

    ResponderEliminar
  32. Em suma: o senhor CJ presta-se muito a fazer fretes ao PS.
    Vá lá saber-se porquê...

    ResponderEliminar
  33. Já percebi tudo. Porque é que não dão equivalência de telefonista ao homem?

    a)Miguel Relvas

    ResponderEliminar
  34. Já que está tudo a falar de coisas que se dizem para aí oiçam esta: buzinaram-me que José Ernesto vai deixar a Câmara dentro de dias. Será buzinão?

    ResponderEliminar
  35. Qualquer dia estão a fazer circular boatos, a escrever nos tronco das árvores, a segredar aleivosias, a enganar meninas, a publicar pornografia, a ensinar a fazer bombas, etc.

    E tudo a bem da "grande frente de esquerda" PS/BE/Maçonarias/Anarcas e quejandos, que há-de revolucionar o país...

    ResponderEliminar
  36. Já percebi tudo. Porque é que não licenciatura de engenheiro electrotécnico ao homem?

    a) José Sócrates

    ResponderEliminar
  37. @14:34
    Também já ouvi essa.
    Vai sair para dar o lugar ao Melgão e assim lançar a campanha eleitoral do PS.
    As fotos do sujeito já começaram a sair no DS, mas a coisa não está nada pacífica na Travessa da Alegria. Vão ter de fazer mais umas quantas reuniões com muitos sais de fruta, porque o sapo está difícil de engolir para muitos militantes.

    Pelo rumo que a coisa leva, mais vale entregar já a câmara à CDU. Ao menos poupam-se ao ridículo de apresentarem uma caricatura de candidato.

    ResponderEliminar
  38. Quem manda na CCDRA?


    Os patos bravos,o caso silveirinha,PROVA-O,os técnicos CHUNBARAM o projecto,os Boys do PS/PSD aprovaram.

    ResponderEliminar
  39. 12:13

    A viagem da vereadora à Coreia foi paga pelo governo sul-coreano. Mas não diga nada a ninguém que é para a gente poder continuar a dizer mal dela, vale?

    fonte bem informada

    ResponderEliminar
  40. Se for uma "fonte" tão bem informada como a outra, de pouco nos serve essa informação.
    Mas também daqui uns meses já se sabe se a factura ficou para pagar, ou não...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.