segunda-feira, 4 de março de 2013

Vai-te Embora


No rescaldo do 2 de Março, vêm os habituais comentadores, os tractores do marketing opinativo, dizer com um ar muito sério e entendido, que o governo perdeu todas as esperanças de ser reeleito em 2015.
Agora só lhe resta o arrastar penoso, incompreendido -  porque a sua principal falha continua a residir na comunicação - até às próximas eleições, em que um pujante e seguro PS arrebanhará os votos suficientes, que lhe permitam governar em coligação, ou concubinato se preferirem, com os sensíveis políticos do PP.
O descontentamento, o atraso de décadas, a falta de saídas, a constatação generalizada de que com estas políticas austeritárias não vamos lá, isso pouco importa. Fundamental mesmo, é manter os mesmos de sempre. Sejam laranjas, rosas ou azul cueca.
Surpreendem-se os doutos com o número de gente menos jovem que participou nas manifestações, não os surpreende o corte nas pensões, nas reformas, o agravamento do custo de vida, não! Isso deve-se a uma má política de comunicação...
O desemprego, a emigração, o fecho de empresas quotidianamente é prova de que somos bons pagadores, cumpridores, que preferimos estoirar de fome, a que nos acusem de não sermos bons alunos.
A corrupção, o compadrio, a submissão ao capital financeiro, o desrespeito pela vontade do povo, pela dignidade dos cidadãos, é a prática aceite por todos. Haja caridade, gestos compassivos e tótós a comprar as milongas da crise com alavanca de oportunidades e tudo está bem.
Por trás de tudo isto, a sinistra figura daquele que não, ouve, não vê, não fala, mas que lucra e muito, lucra com o BPN, lucra com as reformas acumuladas, lucra até com o franchising dos presépios de Belém.
O homenzinho que suporta esta maioria, que manipula, que coordena, que apoia e estimula a mentira quotidiana que os comentadores amigos insistem em divulgar, dizendo ao mesmo tempo que é tudo um problema de comunicação.
Se calhar até é.
Para a próxima deveríamos todos ir comunicar para o palácio de Belém. Centenas de milhar! que o homem não tem espinha já todos sabemos.
Talvez assim o medo supere a falta de vergonha e ele faça alguma coisa de útil antes de se ir embora.

6 comentários:

  1. Sem dúvida Miguel...

    Aliás eu já tomei a liberdade de lhe escrever uma cartinha...:
    http://caminhandopelaesquerda.blogspot.pt/2013/03/carta-aberta-cavaco-silva.html

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Se vocês tivessem alguma solução é que eu me admirava. Mas não têm solução de coisa nenhuma.

    Nas urnas Sampaio. Ou julgas que são os participantes das vossas ridiculas assembelias populares, que podem decidir por mim?

    Esta democracia continua (e continuará certamente por muitos anos) a ser o pior de todos os sistemas com excepção de todos os outros.

    ResponderEliminar
  3. Foi bonita a festa! No país todo!! Centenas de milhar (falam em milhãe e meio) a pedirem a demissão do Governo para, nas próximas eleições, lá colocarem o partido que chamou a Troika para Portugal!
    ...pela segunda vez!

    Diz-se que o povo não é parvo! Pois não, é lá agora...

    ResponderEliminar
  4. 16:04
    ridículas? porquê?
    será ridícula a discussão entre cidadãos e cidadãs?
    Ou para si tudo o que o transcende tem o epíteto de ridículo.
    já agora... não acha ridículo o lugar comum de se dizer que a democracia é o pior dos sistemas à excepção de todos os outros?
    O que é que isso significa?
    Quanto ao seu voto;vote em quem entender, acho que não poderia ser de outra forma, é mais um lugar comum...
    Não consegue é falar sobre a taxa de desemprego, ou o BPN, ou a corrupção, ou as falácias papagueadas em campanha pelos candidatos do PSD, que pelos vistos, agora já falam de renegociação da dívida, de investimento na produção de transaccionáveis, até, imagine só, na criação de um banco de terras...
    As voltas que o mundo dá.
    E ainda tem a suprema lata de vir falar em soluções.
    Dou-lhe o mesmo conselho que o governo dá: Emigre, ou então aguente! Se os sem abrigo aguentam... não é verdade?

    ResponderEliminar
  5. porque são ridículas Sampaio?

    Porque espremido não sai coisa nenhuma das vossas assembleias. Como não sai coisa nenhuma das suas observações

    ResponderEliminar
  6. OS MONSTROS DE PORTUGAL !

    AI SE PASSOS COELHO FOSSE HONESTO !

    SE Passos Coelho começasse por congelar as contas dos bandidos do seu partido que afundaram o país, era hoje um primeiro ministro que veio para ficar.

    Se Passos Coelho congelasse as contas dos offshore de Sócrates que apenas se conhecem 380 milhões de euros ( falta o resto) era hoje considerado um homem de bem.

    Se Passos Coelho tivesse despedido no primeiro dia da descoberta das falsas habilitações o seu amigo Relvas, era hoje um homem respeitado.

    Se Passos Coelho começasse por tributar os grandes rendimentos dos tubarões, em vez de começar pela classe média baixa, hoje toda a gente lhe fazia um vénia ao passar.

    Se Passos Coelho cumprisse o que prometeu, ou pelo menos tivesse explicado aos portugueses porque não o fez, era hoje um Homem com H grande.

    Se Passos Coelho, tirasse os subsídios aos políticos quando os roubou aos reformados, era hoje um homem de bem. Se Passos Coelho tivesse avançado com o processo de Camarate, era hoje um verdadeiro Patriota.

    Se Passos coelho reduzisse para valores decimais as fundações e os observatórios, era hoje um homem de palavra. Se Passos Coelho avançasse com uma Lei anti- corrupção de verdade doa a quem doer, com os tribunais a trabalharem nela dia e noite, era já hoje venerado como um Santo.

    ...etc etc etc.

    MAS NÃO !!!!
    PASSOS COELHO É HOJE VISTO COMO UM MENTIROSO, UM ALDRABÃO, UM YES MAN AO SERVIÇO DAS GRANDES EMPRESAS, DA SRª MERKEL, DE DURÃO BARROSO, DE CAVACO SILVA,MANIPULADO A TORTO E A DIREITO PELO MAIOR VIGARISTA DA HISTÓRIA DAS FALSAS HABILITAÇÕES MIGUEL RELVAS, E UM ROBOT DO ROBOT SEM ALMA E CORAÇÃO, VITOR GASPAR.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.