domingo, 3 de março de 2013

"Pra frente", de Manuel da Fonseca, cantado por membro do Grupo Coral "Cantares de Évora" no 2M



Foi-se a noite da mentira
Veio o dia do combate
Passo firme e cara erguida
Só um rosto e um coração.

Prà frente na luta
Até à vitória
Quando a riqueza
For de quem trabalha.

Não fiques pra trás
Que o teu destino
É o mesmo da gente.

Não fiques pra trás
Que o teu destino
É o mesmo da gente


Manuel da Fonseca

8 comentários:

  1. Este só quer é protagonismo.

    ResponderEliminar
  2. Pois é, este sai à rua e dá mais força à indignação com a sua voz. E tu recusaste protagonizar a revolta colectiva e ficaste em casa?

    Esta é a imagem da cobardia: escondido por detrás do anonimato comentar acções de pessoas que dão a cara a vão à luta.

    João Silva

    ResponderEliminar
  3. Não pude ir e mesmo se pudesse a minha luta é diferente da extrema esquerda do partido comunista.

    Os ovos da luta todos no mesmo cesto? Não obrigado.

    ResponderEliminar
  4. Só está na rua quem quer. Os amigos do sistema têm lugar marcado no sofá. Cada qual escolhe o terreno em que joga.Isso é liberdade. E foi por essa possibilidade de escolha que eu ontem também, entusiasticamente, sai à rua.

    m.d.

    ResponderEliminar
  5. m.d

    Tas a ver porque não vou a nenhuma das tuas manifestações?
    Eu escolho o terreno que piso e o meu terreno não é o do sistema nem o do partido comunista e dos neocomunistas.
    Isto sim, liberdade.

    ResponderEliminar
  6. António Gomes03 março, 2013 18:16

    Ó homem do 03 Março, 2013 17:32,
    explica cá à gente, como é a tua luta.
    Como te mostras muito empenhado e eu também estou, (mas estive ontem em Évora) queria alinhar contigo, para darmos conta daqueles fulanos, em que por aquilo que me apercebo, ainda acreditarás. Ou tens um tachinho ou um tachão, como aqueles deputados do PSD e CDS que são uma autêntica carneirada.
    Afinal, tirando os tais deputados. ainda aparecem apoiantes do governo, como tu.
    E viva o anonimato!!!


    ResponderEliminar
  7. A minha luta Óh Gomes?

    Ter o meu trabalho e faze-lo cada vez melhor.
    Depois garantir bife, escola e muita saúde aos meus filhos.
    Que se lixe "que se lixe a troika!.

    Prefiro a troika que a bancarrota da tua esquerda. Mas de caras e sem pestanejar

    ResponderEliminar
  8. Mas que grande imbecil.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.