sexta-feira, 8 de março de 2013

Do melhor. A quem lembraria que uma Câmara do PCP iria comemorar o Dia Internacional da Mulher com um desfile de "noivas de sonho"?


Mas é verdade. A Câmara de Avis é o que propõe. E publicita:

Dia Internacional da Mulher - Avis assinala a data com flores, lanche/convívio e um desfile de “noivas de sonho”
"Para assinalar o Dia Internacional da Mulher, marco de grandes conquistas, mas também de grandes lutas pela igualdade de direitos entre homens e mulheres, o Município de Avis, em parceria com as Freguesias, organiza, uma vez mais, um conjunto de iniciativas dirigidas a todas as mulheres residentes no Concelho de Avis.
Neste dia, 8 de Março, numa demonstração de apreço e reconhecimento do seu papel absolutamente insubstituível na construção de uma sociedade harmoniosa e equilibrada, o Município irá distinguir, simbolicamente, as mulheres com a oferta de uma flor e a distribuição de um postal alusivo à data.
A realização de um lanche/convívio de homenagem à população feminina das Freguesias de Aldeia Velha e de Figueira e Barros, a decorrer na Casa do Povo de Aldeia Velha e, em simultâneo, no Salão da Junta de Freguesia de Figueira e Barros, completam o plano estabelecido para este dia.
No dia 10, a programação prossegue no Auditório Municipal “Ary dos Santos”, palco para um espetáculo de grande glamour, preparado para uma noite onde nada mais poderia acontecer de mais chic que um desfile de “noivas de sonho”, organizado pela Biblioteca Municipal de Avis, com base no imaginário de um conto infantil da literatura portuguesa." (aqui)


Mais Nada! Será mais uma especificidade do "comunismo à portuguesa"? Com "glamour" e tudo muito "chic". Para assinalar a luta das mulheres trabalhadoras nada melhor do que um vestido de noiva, pelos vistos... Comunistas?

30 comentários:

  1. Nem podia ser de outra forma, esta comemoração do PC. Há um nicho de mercado de votos que deve ser EXPLORADO de qualquer maneira, mesmo que seja em total contradição com a retórica ideológica.

    TODOS sabemos que uma mulher comunista não é dessas mariquices de vestidos de noivas, padres, depilação, etc. Na Alemanha de leste, no tempo do muro da vergonha, elas tinham cabelos debaixo do sovaco ou nas pernas que até metia medo ao macho mais Macho!


    ResponderEliminar
  2. Se isto continua, ainda são capazes de convidar a Lili Caneças (que o Castro já lá está a 'descansar'...) e fazem uma FESTA DO PERFUME.

    ResponderEliminar
  3. Interessante, a proposta do comentário das 16:59. O que será uma "mulher comunista" hoje?

    1. A mulher descrita no comentário acima, inspirada na Alemanha de Leste ?
    2. As protagonistas da comemoração anunciada no "post", que têm entre 30 e 40 anos e vivem aqui ao lado em Avis?
    3. Outras? Quais?

    Em qualquer caso, parece que terá que ser necessáriamente uma mulher bizarra, seja qual for a forma dessa estranheza.

    Assim vão os tempos em que repetimos até à exaustão que estamos a mudar, mesmo mantendo a todo o custo o que de mais velho e bafiento temos e somos.

    ResponderEliminar
  4. Esta dos vestidos de noiva só pode ser em homenagem às operárias têxteis que morreram assassinadas e presas na fábrica, acontecimento que esteve na origem do dia Internacional da Mulher...
    "No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
    A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano."
    Morreram estas mulheres para que se façam desfiles com "vestidos de noiva" a 8 de Março?
    E ainda há ignorantes que, por meias palavras vêm defender isto como o primeiro comentário das 16, 59?

    Uma mulher indignada

    ResponderEliminar
  5. @17:17

    Um sei.
    É por isso que hoje a América é um harém de mulheres Comunistas.

    ResponderEliminar
  6. A necessidade de um Dia Internacional da Mulher é comprovada pelo hábito crescente de encher este dia com cachos de flores e rubricas televisivas sobre maquilhagem.

    ResponderEliminar
  7. Com este post pretende-se insinuar o quê:
    - Que as mulheres devem optar pelas uniões-de-facto, em vez de casar?
    - Que os vestidos de noiva são contra-revolucionários e as mulheres não devem usá-los?
    - Que as mulheres devem deixar crescer o buço e não se preocupar com depilações e outras modas burguesas?

    ResponderEliminar
  8. Carlos Júlio
    Você, de facto, está cada vez mais bafiento com os estigmas que tem na cabeça; e pretende fazer-se passar por muito "à frenteKse". Não é mesmo capaz de imaginar que os casamentos dos e das comunistas podem ser com roupas elegantes e vestidos "de noiva" e que esses vestidos podem ter muitos feitios e cores e ornamentações; por ser comunista uma mulher tem que ser feia, está bem de ver...
    E não lhe passa pela cabeça, quando pensa em "casamento", que a coisa não tem, obrigatoriamente, que meter "padre"?
    Essa era - e é - a imagem que os salazarentos queriam - e querem - dar dos comunistas e você, na sua cegueira, segue-os de perto e fielmente.
    Pensa pouco e mal e curto.
    Mas pronto, aperalte-se lá como lhe apetecer e deixe os outros - e as outras - fazer o mesmo.
    Um avisense

    ResponderEliminar
  9. A próxima façam um defile de lingerie. Vão homens e mulheres, cada um pelas suas razões.

    Abaixo os Vestidos de Noiva, instrumento da opressão capitalista!

    ResponderEliminar
  10. O Dr Pinto passou a perna aos Montemorenses...e apresenta-se em Évora!

    lolol

    Deve ser uma bela fisga deve.
    Mas já deu para ver a jogada do partido comunista. Caso ganhe, o Pinto desiste para o Dadinho, que conseguiria finalmente chegar ao trono sem ser submetido a nova derrota.

    ResponderEliminar
  11. "Assim vão os tempos em que repetimos até à exaustão que estamos a mudar, mesmo mantendo a todo o custo o que de mais velho e bafiento temos e somos."

    De facto há algumas que não mudam.
    Quando abrem a boca, ou entra mosca, ou sai asneira.

    ResponderEliminar
  12. O post do Carlos Júlio é marcadamente preconceituoso relativamente aos comunistas e aos seus pretensos gostos e sobretudo dos gostos que supostamente não devem ter. Vê-se bem que o Carlos tem incorporado aquele chavão de que comunista tem que ser pobre, as mulheres comunistas têm que ter bigode. Porra... não tenho paciência para este tipo de posts em pleno séc. XXI.

    ResponderEliminar
  13. Se isto se tivesse passado em Évora e a Câmara tivesse no dia da mulher feito um desfile de vestidos de noiva o que não seria de comentários já aqui feitos contra o Zé do Cano...

    ResponderEliminar
  14. @22:06
    Por cá foi a coisa piou mais fino. Tivemos 'Festas de Perfume' abrilhantadas pela Duquesa e desfiles de Moda, à maneira da Cleópatra Lili e do Carlos de Castro.
    Sim , por cá não nos misturamos com a plebe.

    ResponderEliminar
  15. Parece que na cabeça de alguns as câmaras devem ser delegações partidárias que só devem organizar festas e comemorações para os militantes do partido.
    Se calhar, na cabeça desses o casamento é coisa de burgueses e os vestidos de noiva deviam ser abolidos e substituidos por fatos de macaco.
    Qualquer dia ainda nos dizem que os vestidos de noiva são instrumentos de dominação machista.

    ResponderEliminar
  16. Que interessante 3 noivas e uma delas com um laço vermelho, terá sido inspiração do novo candidato da cdu á Évora, atrás Eduardo e Abílio a frente Pinto de Sá já com a nomeação feita de laço,evolução dos tempos!

    ResponderEliminar
  17. Já há algum tempo que sigo este blog, sempre fui gostando do seu tipo de escrita, actual, incisivo, directo. Hoje porém fiquei desiludida, como mulher mas também como mulher comunista.Não podem as mulheres comunistas casar de vestido de noiva?realmente... E depois com comentários que li fazem-me pensar que estamos nos anos 30 do Sec. XX e existia uma "caça" aos comunistas, só falta virem dizer que comem criancinhas ao pequeno almoço, lamentavel mesmo.

    ResponderEliminar
  18. Até se babam de raiva...

    ResponderEliminar
  19. Antes vestidos de noiva do que nada como na câmara Municipal de Évora que nem tolerância deram. Nem as 4h por mês a que as trabalhadores que têm horário rígido têm, por mês, para tratar de assunto pessoais, a seu pedido (como aconteceu nos serviços de higiene) autorizaram a que fossem gozadas todas juntas nessa tarde. É a diferença....quer queiram quer não. Venham as eleições, porra!

    ResponderEliminar
  20. "O camarada Pinto de Sá passou a perna aos Montemorenses a meio do mandato e a mando do partido, para dar lugar a uma pessoa secundária que nunca ganharia se fosse cabeça de lista. Se ganhasse em Évora, o senhor Pinto cedeira o seu lugar ao Dadinho que nunca ganhou uma eleição na Cidade?"

    Este comentário meu foi APAGADO do blog Mais Évora.

    Quando a liberdade a “brincar” é assim tratada por esta gente, que fariam eles se de repente o Povo se embebedasse todo e fosse votar nos gajos em eleições legislativas?

    ResponderEliminar
  21. o secretário cretino até ao sábado faz horas extraordinárias. Está com medo de perder o tachito...

    Talvez um dia nos explique porque é que a gestão de excelência do PS levou a CME à ruína.

    ResponderEliminar
  22. Mas os comunistas chamam de secretários a todos aqueles que amam a liberdade?

    ResponderEliminar
  23. O cretino também podia aproveitar para nos explicar o negócio ruinoso da entrega das águas muncipais à AdCA.
    Mas isso tá quieto. O tachito é mais importante que a ruína dos eborenses.

    ResponderEliminar
  24. "O camarada Pinto de Sá passou a perna aos Montemorenses a meio do mandato e a mando do partido, para dar lugar a uma pessoa secundária que nunca ganharia se fosse cabeça de lista. Se ganhasse em Évora, o senhor Pinto cedeira o seu lugar ao Dadinho que nunca ganhou uma eleição na Cidade?"

    Este comentário meu foi APAGADO do blog Mais Évora.

    Quando a liberdade a “brincar” é assim tratada por esta gente, que fariam eles se de repente o Povo se embebedasse todo e fosse votar nos gajos em eleições legislativas?

    Ai se eles te pudessem SANEAR óh Manel, José, António, Henriques, Mário...

    ResponderEliminar
  25. Exemplar a crónica do Dr Brilhantina hoje no DS, o jornal oficial do regime: plena de autismo e maledicência!

    Como assessor político do partido socialista na CME, era mais útil que se preocupasse com as notícias que se avizinham. Ou anda tão entretido a escrever croniquetas que não sabe do estado desesperado da tesouraria do município?

    ResponderEliminar
  26. Vai daí que depois... pois...

    Muito importante todo esta tema, penso que o parlamento europeu deveria deliberar qualquer coisa acerca desta matéria.

    ResponderEliminar
  27. http://www.cm-monforte.pt/pt/29-conteudos/180-dia-internacional-da-mulher-camara-municipal-dispensou-funcionarias-e-promoveu-encontro-de-beleza

    ResponderEliminar
  28. Coisa feia o preconceito.

    ResponderEliminar
  29. O CJ explica por aí, num dos post's, que não se revê nem se imiscui em questões partidárias nem quer saber de partidos, mas não deixa de ser interessante ir notando as suas opções editoriais.
    Neste caso regista-se a sua preocupação com as câmaras comunistas, onde se fizeram desfiles de noivas, e o seu esquecimento com as câmaras socialistas, onde se fizeram concursos de beleza.
    Enfim, e chamam a esta coisas “opções editoriais”…

    ResponderEliminar
  30. 12:39

    coisa feia o preconceito.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.