quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Que "mel" correrá nas Câmaras para todos quererem provar o seu sabor?


Alcácer ao rubro: Torres Couto pelo PS. Pedro Paredes como independente
O presidente da Câmara de Alcácer do Sal, Pedro Paredes, eleito pelo PS, confirmou hoje que se recandidata ao cargo como independente nas eleições autárquicas deste ano, criticando a opção da concelhia socialista por Torres Couto.
Pedro Paredes já tinha vincado a sua posição quando, há cerca de duas semanas, declarou à agência Lusa que se iria recandidatar ao cargo nas autárquicas de outubro, “com ou sem o apoio” do PS.
Esta semana, o presidente da estrutura local do PS, João Massano, confirmou à Lusa o convite feito a Torres Couto para candidato à câmara nas autárquicas deste ano, bem como a disponibilidade do antigo líder da UGT para avançar.
O atual presidente do município garantiu que levará a sua candidatura “até ao fim”, concorrendo a um terceiro e último mandato.(LUA)

Em Grândola: PS pode dividir-se em 3 candidaturas
O presidente da Assembleia de Freguesia de Melides, concelho de Grândola, confirmou hoje que será candidato independente à presidência daquele município nas autárquicas deste ano, após a federação distrital socialista ter anunciado a candidatura de Ricardo Campaniço.
António Candeias, eleito como independente pelos socialistas para a Assembleia de Freguesia de Melides, lamentou ter sido preterido na candidatura à câmara e “deselegantemente maltratado” pelo PS.
Também Aníbal Cordeiro, cuja candidatura foi aprovada pela Comissão Política Concelhia do PS de Grândola, avançou à Lusa que caso o nome de Ricardo Campaniço, atual vice-presidente do município, se mantenha, também irá concorrer como independente à liderança da câmara.
Aníbal Cordeiro, antigo vice-presidente da Câmara de Grândola, eleito como independente pelo PS, afirmou que tem “muita confiança nos apoios” que lhe têm sido manifestados por militantes socialistas e pela população, considerando que não pode “virar as costas às pessoas que trabalharam” na sua candidatura.
Na semana passada, a Federação Distrital de Setúbal do PS anunciou Ricardo Campaniço como o candidato socialista à presidência do município alentejano. (LUSA)

12 comentários:

  1. Se fossem empresas de petróleo falidas ninguem queria ir para presidente .

    Candidatem-se a presidente da Agro DIvor ... Lee ... Melka ... Titan ...

    Bandidos !!!

    Só para lá vão para gamar euros para eles e suas famílias , fora o que entra por baixo da mesa como luvas .

    Lá vão fazendo uma festa para reformados ... para contentar a malta .

    Gente que só merece a FORCA !!!

    O roubo dos salários está agora a ser desviado para camuflar o BPN e os tipos que andam a mamar ainda ordenados de 50.000 euros por mes !

    O roubo dos salários jamais serve para desenvolver Portugal , mas sim para o continuado bandidismo político !

    Abram os olhos !

    Votem nas mesmas seitas sempre que eles agradecem .

    Leiam a tese de doutoramento Manuel Monteiro e vejam se não votarem não existe Assembleia da República , morre !


    Preocupem -se em retirar as pessoas dos bancos de fome , mas mais fácil é meter os casais sem rendimento para depois lhe gamarem os filhos , para tráfico de seres humanos !

    Investiguem para onde vão milhares de crianças retiradas aos pais por ano , já que os lares tem sempre a mesma lotação .

    EXISTE TRÀFICO HUMANO EM PORTUGAL !!!



    Jorge

    ( ciclista )

    ResponderEliminar
  2. Um país que não prende corruptos, só por dar azo que exista gente com uma ambição desmesurada de conquistar o poder pelo poder.

    ResponderEliminar
  3. Nas Câmaras não corre mel nenhum. Mas para gente sem escrúpulos e corrupta, correrá sempre muito "mel" nas margens das decisões (pouco transparentes).

    ResponderEliminar
  4. Não somos a Grécia, mas com estes anedotas de governantes interna e externamente, chegamos lá

    Na Grécia, o desespero por comida fixado numa fotografia

    Maria João Guimarães

    07/02/2013 - 17:06

    Centenas de pessoas amontoadas esperando receber um saco de legumes das mãos de agricultores mostram o grau de necessidade dos gregos.
    Centenas de pessoas acorreram à distribuição gratuita de fruta e legumes

    SITE
    http://www.publico.pt/mundo/noticia/o-desespero-por-comida-na-grecia-fixado-numa-fotografia-1583713#/0

    ResponderEliminar
  5. Bandeira Portuguesa com pagodes em vez de castelos asteada em Bruxelas.
    Onde chegamos estes cabotinos já nem a bandeira repeitam.

    ResponderEliminar
  6. QUE NOJO DE GENTE.
    ABSTENÇÃO EM MASSA!
    VOTEM UNS NOS OUTROS, CABRÕES!

    ResponderEliminar
  7. Tantos candidatos.........só Èvora parece não ser apetecivel.......80 MILHÔES de DIVIDA....é Obra.....

    ResponderEliminar
  8. FRANCISCO COSTA,pode ser candidato pelo PS em Èvora.

    ResponderEliminar
  9. FRANCISCO COSTA,pode ser candidato pelo PS em Èvora.

    ResponderEliminar
  10. Sendo o "chefe" da concelhia do PS, parece-me ser o "candidato natural".
    Dá que pensar é como foi escolhido para chefe da coisa...

    ResponderEliminar
  11. O PS tem um conjunto de bons candidatos:

    Francisco Costa

    Fernando Morgadinho

    Rui Praxedes,é só escolher,camaradas.

    ResponderEliminar
  12. @15:31
    E com esse nível de excelência ainda há mais uns quantos.

    Deve ser por isso que a escolha está a ser tão difícil.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.