terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Manuel Narra (PCP) para a Câmara de Beja?


Manuel Narra: “Beja não tem tido a coragem de liderar a luta pelo IP 2 e IP 8”…
Manuel Narra, presidente da Câmara Municipal de Vidigueira, ameaça cortar a principal ligação entre Évora e Beja, se as obras de remodelação no IP 2 não avançarem rapidamente e acusa a Câmara de Beja de não ter a coragem de liderar esta luta, que inclui também o IP 8.
O presidente da Câmara de Vidigueira, Manuel Narra, ameaça cortar o IP 2 se as obras de remodelação não avançarem rapidamente e justifica a mesma, com o facto de ser necessário endurecer as acções de luta e dizendo que as outras, desenvolvidas até agora, não têm conseguido fazer-se ouvir. Recordou também que a suspensão das obras na principal ligação entre Évora e Beja deixou em risco a circulação rodoviária e que fez aumentar o número de acidentes com vítimas mortais.
Mas, Manuel Narra foi mais longe e assegurou à Voz da Planície que vão ser colocadas no terreno outras acções, nomeadamente cartazes pelo IP2 a chamar a atenção para o facto, desta ser uma estrada da morte. Ao mesmo tempo avançou que todos os autarcas do IP 2 e IP 8 vão ser alertados para a necessidade de endurecimento da luta por acessibilidades condignas.
O autarca de Vidigueira acusou, igualmente, a Câmara de Beja de não ter a coragem de estar na liderança destas reivindicações. Manuel Narra afirma que muitos autarcas têm um discurso “brando” sobre esta questão das acessibilidades, mas as criticas mais severas vão para a autarquia bejense, por considerar tratar-se da Câmara da capital de distrito, razão por si só, mais que suficiente para liderar a luta pelo IP 2 e IP 8. (AQUI)

7 comentários:

  1. “Liderar a luta”....só chavões e cassetes gastas.

    Quando é que estes gajos se convencem que não é com vinagre que se caçam moscas.

    Insistem em não aprender com os presidentes independentes que saíram do PCP e colocaram as suas autarquias lá em cima, como Barroso no Redondo ou o Coelho em Sines

    ResponderEliminar
  2. E tem toda a razão! O estado da estrada entre Évora e Castro Verde só mostra que a região não consegue impor respeito, e que o poder central se está literalmente borrifando para o Alentejo.

    ResponderEliminar
  3. A situação desta estrada só mostra que a cassete do PS está velha e gasta!
    Prometeram mundos e fundos, cantaram como as sereias e, afinal, resultados nenhuns!

    ResponderEliminar
  4. Com os comunistas a fazer escarcéu em vez de diálogo civilizado queriam o quê ao longo destes anos?

    Não aproveitaram as Vacas Gordas, agora com o país teso é que não vão ter estradas decentes.

    Podem agradecer à "boa" influência do partido comuunista nestes ultimos 30 anos com todos os governos.

    ResponderEliminar
  5. Há muito tempo que não s ouviam as ventanias de Narra. Mais uma carta para o baralho?

    ResponderEliminar
  6. Então mas se o homem (presidente da câmara de Beja) é mais mole que gelatina, estavam à espera do quê? Imaginem que o gajo mexe uma sobrancelha e isso irrita os maiorais? Por isso é melhor estar quietinho que ainda pode sobrar um camião de alcatrão de uma outra obra!

    ResponderEliminar
  7. João Rocha, é o candidato da CDU à presidência da Câmara de Beja para tentar “reconquistar” o município perdido para o PS em 2009, revelaram hoje à agência Lusa fontes partidárias.

    De acordo com as mesmas fontes, a candidatura liderada por João Rocha vai ser apresentada no sábado, numa sessão pública, em Beja.

    João Rocha, que liderou durante quase 33 anos a câmara de Serpa (distrito de Beja), à qual não se pode recandidatar, devido à lei que estabelece o limite de três mandatos consecutivos, é a aposta da CDU para “reconquistar” a Câmara de Beja, nas autárquicas de outubro.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.