domingo, 24 de fevereiro de 2013

Évora: Albergaria Vitória passa a Hotel Vitória


Uma unidade hoteleira de Évora, com quase 30 anos de existência, entrou em obras de remodelação, devendo reabrir, no verão, de “cara lavada” e reclassificada com quatro estrelas para “conquistar” turistas brasileiros e chineses.
Luís Cabeça, da empresa proprietária do Vitória Hotel, disse hoje à agência Lusa que a unidade hoteleira fechou no início deste mês para “obras de remodelação profundas”, num investimento que ronda os 2,6 milhões de euros, com o apoio de fundos comunitários.
“O que vai ter mais impacto é a construção de um novo piso”, onde serão instalados um SPA e uma piscina panorâmica, o que obriga a “um reforço da estrutura do edifício bastante complexo”, desvendou o responsável.
Com as obras, realçou, a gestão do hotel quer “captar um tipo de cliente diferente, mais sofisticado e exigente”, com destaque para os “mercados emergentes”, como o Brasil e a China.
Até aqui, “o nosso mercado era, sobretudo, o cliente nacional e vai continuar assim, mas queremos reforçar a aposta no cliente estrangeiro”, afirmou.
Com 45 quartos e três suites, o Vitória Hotel, antiga Albergaria Vitória, de três estrelas, abriu há quase 30 anos, na periferia de Évora, pela “mão” de uma empresa familiar, que já vai na terceira geração.
De acordo com um dos proprietários do hotel, as obras de remodelação, que se prolongam até “julho ou agosto”, vão “transformar” a fachada do edifício e o interior, com novo mobiliário, sanitários, caixilharias e isolamentos, dando-lhe “uma imagem totalmente diferente”.
“O restaurante vai passar para o piso zero, as salas de reuniões para a cave e a receção será colocada num local diferente”, indicou o responsável.
Luís Cabeça adiantou que o Vitória Hotel, após as obras, vai “solicitar a sua reclassificação de três para quatro estrelas”, já que o projeto de remodelação “está vocacionado” para esse objetivo. (LUSA)

2 comentários:

  1. Desde que cumpra as regras de construção e leis em vigor , OK .

    Contudo , "receberem" euros da UE quando existe hoje fome em Évora , JAMAIS !!!

    E , atendendo de quem é dona , família que ao longo de anos constroi habitação e recebeu muito mais do valor declarado ao Fisco nas Escrituras , por isso Portugal bateu no fundo .

    Desde a "tapada" foram milhões de fuga ao fisco .

    É público !!!


    Empresas de consumo primário para evitar importação é que fazem falta e essas sim podem "euros" para as construirem .

    Considero mais uma burla já que Évora agora de repente encheu-se de camas para os "outros" .

    ResponderEliminar
  2. "HOTEL VITÓRIA" É A SEDE HISTORICA DO PARTIDO COMUNISTA NA AVENIDA DA LIBERDADE EM LISBOA!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.