segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Temos produtos preciosos


Precioso, magnífico, ou mesmo sumptuoso pode ser o Alentejo. Depende do foco.
Quando a recessão, a depressão, e a falta de ânimo grassam e nos invadem, há que focar o que de melhor temos.
Por estes mesmos dias, ali em Beja, dei-me conta do filão dos líquidos preciosos... apreciei o à vontade de quem os conhece, os produz e comercializa; congratulei-me com a indisfarçada esperança, ou o contido desvelo, só comparável ao que projectamos para os filhos.
Água, azeite e vinho são os líquidos preciosos do Alentejo. Líquidos esta região está a saber gerar, cuidar, e oferecer com a mestria de poucos. Por isso, água, azeite e vinho, fluem já no largo onde se se faz a grande feira do Alentejo: A OVIBEJA 2013, a cumprir 30 anos... São líquidos preciosos, senhores! Fiquem atentos.

24 comentários:

  1. Hoje fui ao Continente através do novo acesso, na variante. Bastante complicado, principalmente em sair.
    Alguém me informou que esta obra está ilegal, vai contra as regras do PDM; mas a Câmara aprovou, segundo parece com a complacência da oposição.
    E aqui, não há tribunais para repor a legalidade?
    Só para o Macário Correia em Faro?

    ResponderEliminar
  2. @23:03

    Está calado otário!
    Na união soviética é que era bom

    ResponderEliminar
  3. Os secretários andam nervosos. Atacam as pessoas e ofendem sem que se percebam as razões. Porque será?

    ResponderEliminar
  4. Não está ilegal, a oposição fez alguma coisa, na união soviética não era bom, o comentário não é de secretario e ninguém está nervoso a não serem os comunas que nem no meio da desgraça em que vivemos convencem alguém.

    ResponderEliminar
  5. O facto de ter licença da CME não significa que esteja legal. A licença contraria o disposto no Plano de Urabnização por isso é NULA e, consequentemente, a obra não pode ser legal. O Macário Correia também emitiu várias licenças para muitas obras que contrariavam os PLANOS e vê no que deu.

    Se houver uma inspecção lá vamos ter o Ernesto ou o Megão á pega com a justiça.

    Mas não é por isso que os secretários estão nervosos. Eles estão nervosos porque sabem que o fim dos tachitos na CME se aproximam do fim. Já só faltam 8 meses!

    ResponderEliminar
  6. O2.97-O idiota tem mesmo uma cassete, e diz ele dos comunas...

    ResponderEliminar
  7. Os comuniustas voltaram a sonhar com a gamela.

    Tudo a mesma cambada.
    Querem é funcionalismo público onde os chefes são capos do partido, dando-lhes protecção do maldito patronato.

    É o comunismo jovem e desenvolvido!

    ResponderEliminar
  8. @19:10
    A gamela está vazia. Os secretários xuxas mamaram tudo o que havia. Agora só restam dívidas e problemas por resolver.

    ResponderEliminar
  9. @20:19

    Tá nada.
    A cada orçamento da Câmara e transferências dos nosso impostos do estado para a as câmaras há sempre pasto para a malta dos partidos e para as suas clientelas.
    Quando os comunistas chegarem o CENDREV são os primeiros a comer.

    ResponderEliminar
  10. @21:09
    A gamela está vazia e vai continuar vazia. Com o PAEL, a maior parte dos impostos já nem chegam à câmara, são cativados à cabeça para pagar o 'empréstimo' de 30 milhões. O que sobrar é para pagar os outros 70 milhões. E daqui a 20 anos, quando já não tivermos estradas, ruas, redes de água e esgotos, nem jardins, ainda há dinheiro desta dívida para pagar.

    Os secretários xuxas mamaram tudo. Até ao tutano!

    ResponderEliminar
  11. @22:04

    Camarada.
    Há sempre mel para distribuir pelas clientelas.Sempre foi assim com os partidos em Portugal.

    O PCP sabe exactamente como se deve fazer.

    ResponderEliminar
  12. a gente percebe o nervoso miudinho que anda por aí, entre os secretários do ernesto. e eles também sabem porquê.

    ResponderEliminar
  13. Esta conversa dos secretários nervosos que comem tudo deve ter a ver com algum esfomeado funcionário do PC.

    ResponderEliminar
  14. Os primeiros a comer na gamela do funcionalismo publico, são as dezenas de sabujos do partido comunista que são militantes mas que nunca souberam (e nem quiseram) fazer a ponta dum corno.

    Depois vêm comer na gamela as associações disto e daquilo onde os camaradas estão metidos em força, e que actualmente são profissionais da reivindicação, do barulho e da politica de terra queimada.

    Se as associações ligadas ao Bloco de Esquerda se portarem bem, algum tempo depois podem beneficiar do que sobrou do repasto orçamental dos camaradas da outra facção.

    Onde é que eu já vi esta história.

    ResponderEliminar
  15. Os secretários andam nervosos...

    ResponderEliminar
  16. Os primeiros a comer na gamela do funcionalismo publico, são as dezenas de sabujos do partido comunista que são militantes mas que nunca souberam (e nem quiseram) fazer a ponta dum corno.

    Depois vêm comer na gamela as associações disto e daquilo onde os camaradas estão metidos em força, e que actualmente são profissionais da reivindicação, do barulho e da politica de terra queimada.

    Se as associações ligadas ao Bloco de Esquerda se portarem bem, algum tempo depois podem beneficiar do que sobrou do repasto orçamental dos camaradas da outra facção.

    Onde é que eu já vi esta história.

    ResponderEliminar
  17. Vá lá que já não falta muito para nos vermos livres da escumalha, calaceira e incompetente, que levou a câmara à falência.

    ResponderEliminar
  18. os comunistas já espumam com o rabinho a dar a dar

    ResponderEliminar
  19. Vão aproveitando que já só faltam 8 meses!

    ResponderEliminar
  20. depois é so teatro NA CIDADE À CONTA DO ORÇAMENTO

    ResponderEliminar
  21. a comunalha anda toda contente

    ResponderEliminar
  22. «teatro» e palhaçadas (sem ofensas para os palhaços) foi o que andou a fazer o PS/ERNESTO durante 12 anos!
    Agora vão sair, mas deixam a autarquia nas mãos da troika interna - o PAEL. Durante 20 anos, os eborenses - os que votaram no PS e os que não votaram – vão pagar pela medida grande. Como se tivessem de sustentar uma dúzia de teatros e cinemas, mas sem ter nem uns nem outros. Querem teatro e cinema vão ao Montijo ou a Lisboa. Vá lá, também podem ira a Portel ou a Montemor.

    ResponderEliminar
  23. @16:54

    Também ainda hoje ando a pagar os deslates da comunalha do PREC.
    Foderam literalmente tudo o que havia pra foder.

    Portanto é de parte a parte.
    Não há partidos em Portugal de cara lavada.

    ResponderEliminar
  24. Como é que o PS conseguiu, em 12 anos, não fazer OBRA, não deixar PATRIMÓNIO, e, ainda assim, deixar uma dívida TRÊS vezes maior?

    José Ernesto em 2001, 2005 e 2009. Évora vai ter:

    - Complexo novo de piscinas
    - Complexo Desportivo, com pista de tartan
    - Pavilhão de Congressos
    - Parque de Feiras
    - Salão Central remodelado
    Biblioteca
    - Arquivo Distrital
    - Circular
    - Várias Ecopistas
    - Recuperação do Património
    - Remodelação do jardim
    - Avenida da comenda ao Santo António
    - Requalificação das redes de água e das calçadas do centro histórico
    - e muito mais....

    12 anos depois o que tem para apresentar?

    Nada.
    Vendeu as instalações municipais e todos os terrenos que a câmara possuía. Não adquiriu património que se visse e instalou os serviços em pavilhões alugados aos “amigalhaços”…

    Só não se percebe como é que não fazendo OBRA nem deixando PATRIMÓNIO, a dívida TRIPLICOU?
    Para onde foi o dinheiro?

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.