sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ouvi bem? Um bispo cáustico?

Ou o mundo anda às avessas, como diz o caro Vitor Alves, ou parece que estamos em pleno carnaval: de José Sócrates, ao especialista em aeroportos, até ao bispo de Portalegre e Castelo Branco, decidiu tudo começar a fazer imitações do Ricardo Araújo Pereira?

2 comentários:

  1. Um bispo crítico e sarcástico é digno de nota.
    Talvez o humor seja agora a nova estratégia para atrair as criancinhas...ao rebanho.

    ResponderEliminar
  2. O Bispo esteve mal.
    Não lhe é exigida educação. Se quer ser malcriado o problema é dele. Mas, pelo menos, tem que respeitar os outros enquanto cidadãos na sua casa. E não o fez. Se não gosta de Portalegre, vá-se embora. As planícies alentejanas não têm que ser vistas de onde o senhor lhe apetecer. Se andou perdido em Portalegre, a culpa foi sua. Tivesse perguntado primeiro, que é o que se faz quando não se sabe. E não se esqueça que o “estatuto” de Bispo é apenas eclesiástico. Enquanto civil, é perfeitamente igual aos outros, com ou sem educação.
    Se queria ser engraçado, falhou. O humor é uma arte que não chega a todos. Quando se força, faz-se papel de ridículo.
    Melhores cumprimentos.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.