quinta-feira, 29 de abril de 2010

Cada cabeça sua sentença

Fazer greve com Portugal e as empresas quase falidas é um suicídio, acho que é preferível não ter aumento de 5 euros e ter trabalho. A esquerda vive nos sindicatos e no tempo de União Soviética, hoje com a globalização, tendo a China e a Índia como países emergentes, com economias com crescimento de 5/6 por cento ao ano, criando um enorme problema a países como Portugal levando muitas empresas para lá -  tem que haver dialogo sério não a historia dos ricos e merd... parecidas!Os comunistas adoravam que Portugal se estoirasse todo para depois tomarem conta do mesmo. Só pode ser com tanta utopia barata!
Anónimo
29 Abril, 2010 14:20

Cá estamos de novo!
GREVE aqui; GREVE ali; GREVE acolá;
É uma rebaldaria.
Nunca fiz uma greve. Não sou reaccionário e vou explicar porque nunca fiz uma greve.
A quem serve a greve???
Aos trabalhadores que a fazem???? Não!
No dia seguinte ao da greve vão ter de trabalhar reforçado para actualizarem o trabalho que não fizeram no dia da greve.
Aos Patrões??
SIM!! 
É um dia que não pagam e o trabalho não feito hoje é feito amanhã.
No Estado. A mesma coisa. Se não o fizeram hoje fazem-no amanhã.
Então quem Lucra e quem é prejudicado com as Greves???
Prejudicados somos todos nós.
Não temos transporte para ir trabalhar.
Não temos médicos para consulta, não temos enfermeiros para nos tratarem.
Quem lucra com as greves???
Os patrões. Não pagam o dia.
O Estado. Não paga o dia.
Os dirigentes Sindicais que ficam com a fama de terem promovido uma greve, mesmo que à partida já saibam que não vai dar em nada, mas o qie interessa é que os trabalhadores vejam que eles, dirigentes, se mexem.
EÑTÃO QUE FAZER???
Na minha modesta opinião, uma greve de transportes era feita com os transportes todos a trabalhar E SEM COBRAREM NADA.
Uma greve nos Hospitais era feita com os Hospitais a trabalhar e os doentes que entrassem nas urgências não seriam identificados, ser-lhe-ia dado um número para controle interno. Nada lhes seria cobrado. Nem taxas nem consultas.
Há muitas maneiras de fazer greve e essa greve prejudicar o patrão e não o público.
Mas essas greves nem os dirigentes sindicais querem fazer, pois estão manobrados pelo Governo.
Não acreditam?? Pois continuem assim "encandeados" por esses dirigentes sindicais que enriquecem à custa dos associados.
É por isso que há muitos que são dirigentes à décadas e não largam o tacho, nem deixam ninguém dar ideias novas.
Há quem venha apregoar que Portugal não está em altura de andar em Greves.
Porquê? Se um dia de greve é dinheiro que entra nos cofres do Estado??
Vitor Alves
29 Abril, 2010 15:04

O Problema da nosso país é a grande falta de organização e a falta de planificação.
Os gestores públicos estão mais interessados em ter gabinetes grandes e sofás em pele.
O povo trabalha, eu não conheço ninguém que não goste de ver que produziu algo!!! O problema é que muito trabalho com total falta de coordenação não serve para absolutamente nada!!!!
Não critiquem as greves, tentem antes perceber o que significam!!!!
Anónimo
29 Abril, 2010 21:59

5 comentários:

  1. Francisco Guerra30 abril, 2010 09:35

    O mprimeiro comentador tyem razão quando diz que a esquerda ainda sonha com tempos já ultrapassados.
    Os tempos hoje são outros.
    Queremos ganhar mais sim senhor, meecemos. Mas não há possibilidades para isso.

    O segundo comentador sentão tem todo o meu apoio.
    è verdade. Quem perde no meio disto tudo é o povo que sente na pele a greve. Para patrões e o Estado é menos um dia de trabalho que se recupera mais tarde.
    Os trabalhadores ficam sem o dinheiro desse dia e o povo anda ás aranhas.

    Quanto ao terceiro comentador tem metade da razao a seu lado.
    Mas gostava que me explicasse o que para ele significam estas greves onde todos perdem.

    ResponderEliminar
  2. Vejam os rendimentos do carvalho da silva e do Mário nogueira?A esquerda ataca o Jerónimo Martins e outros mas esquece-se destes senhores!Vejam o património frota automóvel e vencimento.
    É escandaloso mas silencio são comunistas!

    ResponderEliminar
  3. Vejam no SOL de hoje mais uma escânda-lo da boyada do PS. Rui Pedro Soares e Paulo Penedos a "oferecer" 7500 euros/mês a um sujeito (administrador não executivo da Tagispark), só para aceitar ser candidato do PS à câmara municipal de Coimbra.

    ResponderEliminar
  4. Secalhar... as pessoas fazem greve porque vêem as suas chefias a esbanjar dinheiro e acham mal uns esbanjarem só para se armar e os outros viverem na pobreza. Um exemplo é mudarem os nomes dos institutos quando muda a cor política mas o exencial fica na mesma ou pior!!!

    ResponderEliminar
  5. Sempre acreditei ser a greve a melhor arma do trabalhador. Mas algo que não me conseguiram explicar, porque razão pedem sempre aumentos por percentagens.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.